top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

"Momento de louvar a Deus e nosso coração fica feliz", diz Dom Gil Antônio Moreira sobre o Centenário Diocesano

Por Fabíola Castro e Roberta Oliveira

Missa Solene Centenário Diocesano Juiz de Fora |Foto: Arquidiocese Juiz de Fora


O dia 4 de fevereiro está na história da Arquidiocese de Juiz de Fora. A data marcou a celebração solene do Jubileu do Centenário Diocesano. Foi o ápice do processo iniciado com o triênio preparatório, intensificado no tríduo focado nas orações sobre Eucaristia, Misericórdia e Maria Santíssima nas paróquias.


A Catedral Metropolitana recebeu uma multidão de fiéis, de paróquias de Juiz de Fora e de várias cidades da Arquidiocese para a programação especial, que contou com a Tarde de Louvor comandada pelo Padre Pierre Maurício até a Missa Solene presidida pelo Arcebispo Dom Gil Antônio Moreira, concelebrada por Arcebispos, Bispos e pelo Clero Arquidiocesano.


Dom Gil disse estar com o "coração feliz" neste momento especial. Também há os votos de Dom João Justino Medeiros, vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Arcebispo de Goiânia, filho do clero juiz-forano.


Além disso, ouça os sentimentos experimentados por duas fiéis. Rogéria Neves, veio com a caravana da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, da cidade de Arantina, no Sul de Minas e não escondeu a emoção que vai levar pelo resto da vida.


E em um momento histórico, há também um relato emocionante e afetivo de Célia dos Reis da Silveira, de 80 anos, da Paróquia Nossa Senhoras das Estradas, em Juiz de Fora. Ela recebeu ainda criança a Primeira Eucaristia e a Crisma de Dom Justino José de Santana, primeiro bispo da Diocese.


Ouça todos os relatos deste domingo de bênçãos e graças nesta reportagem especial de Fabíola Castro.



Galeria de Fotos do Centenário Diocesano




Cobertura do Centenário Diocesano:


31 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page