• Radio Catedral

"Aqui começou o catolicismo em Juiz de Fora", diz pároco da Paróquia do Bairro Santo Antônio

Por Roberta Oliveira

*Foto Arquidiocese Juiz de Fora.

Uma pequena capela foi o ponto de partida da devoção a Santo Antônio em Juiz de Fora. Nesta segunda-feira, 13 de junho, além da comemoração do aniversário de elevação à Paróquia, a comunidade do Bairro Santo Antônio viveu a alegria de voltar a se reunir para festejar o padroeiro.


O pároco, Padre José Maurício de Paula, comemorou a participação ao longo de toda a programação, respeitando as medidas de proteção contra covid-19.


Padre José Maurício reforçou como Santo Antônio é um modelo de caminhada sinodal para todos os devotos.


A elevação à Paróquia foi há 11 anos, um passo marcante na comunidade que deu origem à devoção ao padroeiro, como lembra o pároco Padre José Maurício.



Santo Antônio deu origem à Juiz de Fora*


A devoção chegou à região pelos portugueses. Relatos históricos narram que o fazendeiro Antônio Vidal deu exemplo dessa devoção, em 1741, quando decidiu pedir licença para construir uma capela com a invocação do santo. Por ter seu nome homônimo ao de Santo Antônio, acredita-se que essa atitude foi uma homenagem ao santo, o que remete a uma “hereditariedade” da fé.


“O arraial de Santo Antônio do Paraibuna se formou não só a partir da movimentação proveniente do Caminho Novo, mas também em virtude das manifestações de religiosidade das pessoas que sentiram a necessidade de construção de uma capela”, diz o documento a respeito do espaço coletivo, que se tornou ponto de referência.


Em 1850, a então Vila de Santo Antônio do Paraibuna de Juiz de Fora teve sua capela de Santo Antônio elevada à categoria de paróquia, a qual se tornou a matriz, no mesmo local onde se encontra hoje, como a Catedral Metropolitana de Juiz de Fora.


* Fonte: site da Catedral Metropolitana



Santo Antônio na Rádio Catedral


Desde o início da trezena, em 31 de maio, a Rádio Catedral FM divulgou os preparativos e a importância do padroeiro em diferentes cidades da Arquidiocese e como o exemplo do santo português pode nos inspirar cotidianamente.


Confira as nossas matérias especiais:

0 comentário