top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Pão de Santo Antônio: tradição popular para que não falte o alimento na mesa

Por Fabíola Castro


Faz parte da tradição popular e de fé do povo católico colocar os “pãezinhos de Santo Antônio”, abençoados na sua festa e nas celebrações ao longo do ano, nas vasilhas de alimentos em casa, isso para que nunca falte o que comer nas mesas das famílias.


O pão está fortemente ligado à devoção a Santo Antônio e a história difundida ao longo dos séculos narra um fato curioso: “Antônio comovia-se tanto com a pobreza que, certa vez, distribuiu aos pobres todo o pão do convento em que vivia. O frade padeiro ficou em apuros, quando, na hora da refeição, percebeu que os frades não tinham o que comer - os pães tinham sido roubados. Espantado, foi contar ao santo o ocorrido. Este mandou que verificasse melhor o lugar em que os tinha deixado. O Irmão padeiro voltou admirado e alegre porque os cestos transbordavam de pão, tanto que foram distribuídos aos frades e aos pobres do convento”.


É um costume semanal nas Igrejas onde há presença, devoção franciscana ou naquelas dedicadas a Santo Antônio, como na Catedral Metropolitana de Juiz de Fora, que todas as terças-feiras ocorra a bênção dos pães. Na Catedral de Santo Antônio, a bênção e distribuição dos pãezinhos acontecem sempre nas Missas das 12h.


O Administrador da Catedral, Padre José de Anchieta Moura Lima, comenta que o pãozinho faz recordar a partilha, não só do alimento físico, mas também espiritual.


Os pães de Santo Antônio são distribuídos aos fiéis em todas as Missas do dia de sua festa, 13 de junho. Só na Catedral, segundo Padre Anchieta, são cerca de 10 mil pãezinhos.

1.567 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page