top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Governo de Minas amplia campanha de vacinação contra meningite até julho

Por Rádio Catedral

Vacina meningite Foto: SES-MG/Arquivo

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais anunciou que ampliou até 30 de julho o período de imunização contra a meningite C, que terminaria em abril. As pessoas com 16 anos ou mais e que nunca foram vacinadas devem procurar a UBS mais próxima para avaliação do cartão de vacina.


A meningite meningocócica é uma infecção das membranas que recobrem o cérebro. É causada pela bactéria meningococo e é mais grave quando atinge a corrente sanguínea, provocando infecção generalizada, podendo causar morte em até 24h. Em 2022, 22 mortes pela doença foram registradas. Neste ano, já foram confirmados 3 óbitos.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, houve aumento na procura pela vacina. Já foram solicitadas novas doses ao Ministério da Saúde. A previsão é de que 400 mil doses cheguem à Minas Gerais até esta terça-feira, 2 de maio, para serem conferidas, separadas e enviadas às Regionais de Saúde. A Prefeitura de Juiz de Fora informou que aguarda a chegada de novas doses ao município. Assim que ocorrer, a orientação para os moradores será divulgada.


Balanço mais recente da campanha


Desde o início da ampliação até o dia 26/4, foram aplicadas 1.144.154 doses da vacina em Minas. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, para fins de cobertura vacinal, é considerada apenas a população que tem direito à vacina na rotina.


De acordo com o Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), de 2022, a cobertura vacinal em crianças menores de 1 ano de idade está em 82,95% e nas crianças de 1 ano de idade, em 80,13%. Nos dois casos, índices abaixo da meta orientada pelo Ministério da Saúde, que é é de 95%.


Público Alvo da Campanha


A primeira ampliação contemplou a imunização seletiva da população não vacinada de 16 a 30 anos de idade, dos trabalhadores de saúde não vacinados de 16 anos ou mais de idade, dos trabalhadores da educação do ensino superior e técnico com 16 anos ou mais, não vacinados e com avaliação do cartão de vacina e da população não vacinada, com avaliação do cartão de vacina, de estudantes universitários. Em março de 2023, foram duas ampliações. A segunda incluiu todos os trabalhadores da educação. No fim de março, todas as pessoas não vacinadas com 16 anos ou mais foram autorizadas a se imunizar contra a meningite C.

18 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page