top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Experiência de emoção e fé: peregrinos da Arquidiocese contam como é estar na JMJ 2023

Por Roberta Oliveira


Cerca de 50 representantes da Arquidiocese de Juiz de Fora estão participando da Jornada Mundial da Juventude. Uma das peregrinas é a jornalista Fabíola Castro, da Rádio Catedral, que aproveitou as férias para ter esta experiência de fé e de vida.


Ela conversou com alguns dos integrantes das comitivas que partiram da nossa região para encontrar os jovens e o Papa Francisco em mais uma jornada consagrada à Virgem Maria.



Leia também



Mais uma jornada consagrada à Nossa Senhora

Como destacam os organizadores da JMJ 2023 em Lisboa, Maria de Nazaré é a grande figura do caminho cristão, que nos ensina a dizer sim a Deus. Ela já foi protagonista da JMJ no Panamá em 2019. E neste ano, novamente, com o tema é «Maria levantou-se e partiu apressadamente» (Lc 1, 39), citação bíblica escolhida pelo Papa Francisco.


No episódio bíblico da Visitação, a ação de levantar-se apresenta Maria, simultaneamente, como mulher de caridade e mulher missionária. Partir apressadamente é a atitude com a qual se sintetizam as indicações do Papa Francisco para a JMJ Lisboa 2023.


O pontífice desafia a juventude a serem missionários corajosos, como na Exortação Apostólica Christus Vivit: «Onde nos envia Jesus? Não há fronteiras, não há limites: Ele envia-nos a todos. O Evangelho não é para alguns, mas para todos» (CV 177).


Confira o vídeo produzido pela Arquidiocese com os depoimentos dos peregrinos


19 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page