top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Dom Silvério: os pioneirismos do primeiro Arcebispo de Mariana

No mês das vocações, Jornal Boa Nova exibe a quarta reportagem da série sobre o Arcebispo de Mariana que foi responsável pela criação da Diocese de Juiz de Fora.


Por Roberta Oliveira

Dom Silvério Gomes Pimenta Foto: Wikipedia/Reprodução

Há 101 anos, em 30 de agosto de 1922, morria Dom Silvério Gomes Pimenta, idealizador da Diocese de Juiz de Fora. Nesta reportagem, vamos abordar a importância dele para a Arquidiocese de Mariana, da qual ele foi o primeiro Arcebispo.

A Diocese de Mariana foi a sexta estabelecida no Brasil e a primeira de Minas Gerais, sendo criada em dezembro de 1745 e oficialmente instalada há 275 anos, em 2 de fevereiro de 1748. Antes a província de Minas Gerais era parte do Bispado do Rio de Janeiro.


Confira a nossa série sobre Dom Silvério

O Padre Leandro Ferreira Neves, que é Diretor do Arquivo Eclesiástico Dom Oscar de Oliveira da Arquidiocese de Mariana, professor de História da Igreja no Seminário São José, reforça que a atuação de Dom Silvério, o primeiro arcebispo da Arquidiocese, foi fundamental a reorganização da Igreja Católica no Estado e no País.


Por isso, no início do século 20, Dom Silvério liderou uma proposta inicial de caminhada sinodal entre dioceses do centro-sul do país, uma semente que só se concretizaria anos depois, com a CNBB.


Dom Silvério se preocupou com a organização no atendimento pastoral as pessoas. Como já contamos, optou pelo desmembramento da Arquidiocese de Mariana em novas Dioceses, como Belo Horizonte e Juiz de Fora. E por isso, precisava ter quem pudesse ajudar na atuação pastoral.

O perfil articulador de Dom Silvério também se manifestou na imprensa, para defender a fé em um momento contrário aos princípios da Igreja Católica.



Dom Silvério Gomes Pimenta | Foto: Wikipedia/Reprodução


19 visualizações0 comentário

תגובות


bottom of page