top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira, 25 de março, em todo estado

Atualizado: 25 de mar.

Campanha de vacinação em 2024 será de 25 de março a 31 de maio em todo o Estado de Minas Gerais. O dia D de mobilização nacional está previsto para 13 de abril, um sábado.


Por Rádio Catedral


Com a proximidade do período de baixas temperaturas e aumento da circulação de vírus respiratórios é importante que a população, principalmente os públicos prioritários e mais vulneráveis, estejam vacinados contra a Influenza (gripe). A campanha de vacinação em 2024 será realizada de 25 de março a 31 de maio em todo o Estado de Minas Gerais. Juiz de Fora também inicia a imunização no dia 25. O dia D de mobilização nacional está previsto para 13 de abril, um sábado.

 

De acordo com a Secretaria de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), o  estado recebeu, em 15 de março, 844 mil doses da vacina contra a influenza, que já foram distribuídas às regionais de saúde. De acordo com o Ministério da Saúde, mais doses serão disponibilizadas em remessas ao longo do período de vacinação.

 

A coordenadora estadual do Programa de Imunizações da Secretaria de Saúde de Minas Gerais, Josianne Gusmão, explica o objetivo dessa imunização e fala ainda dos públicos a serem vacinados.



Josianne Gusmão destaca a proteção da vacina da gripe.



A vacina da gripe estará disponível nas Unidades Básicas de Saúde de todo o estado, como reforça a coordenadora do Programa de Imunizações da Secretaria Estadual de Saúde, Josianne Gusmão.




Em Juiz de Fora, a aplicação da vacina da gripe acontece nas Unidades Básicas de Saúde (UBS's) do município, como orienta a Gerente do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental, Louise Cândido.




Confira os locais


34 Unidades Básicas de Saúde (UBS): das 9h às 18h (segunda à sexta-feira);

9h às 13h30 e das 16h às 18h (quinta-feira);

8h às 11h (sábados):


Alto Grajaú

Bairro Industrial

Bandeirantes

Cidade do Sol

Filgueiras

Furtado de Menezes

Granjas Bethânia

Jardim Esperança

Jardim Natal

Jóquei Clube I

Jóquei Clube II

Linhares

Marumbi

Milho Branco

Monte Castelo

Nossa Senhora Aparecida

Nova Era

Progresso

Retiro

Santa Cecília

Santa Cruz

Santa Efigênia

Santa Luzia

Santa Rita

Santo Antônio

Santos Dumont

São Benedito

São Judas Tadeu

São Pedro

São Sebastião

Teixeiras

Vale Verde

Vila Esperança

Vila Ideal

 

Unidades Básicas de Saúde do Parque Guarani, Barreira do Triunfo, Jardim da Lua e Vila Olavo Costa: das 9h às 16h (segunda à sexta); 9h às 14h30 (quinta-feira)

 

Demais Unidades Básicas de Saúde: das 8h às 10h30 e das 13h às 16h (segunda à sexta); 8h às 10h30 e das 13 às 14h30 (quinta-feira).

 

Serviço Saúde do Idoso (Sasi) - Rua Batista de Oliveira, n° 943 - Centro - Exclusivo para os maiores de 60 anos: de 8h às 16h.


Departamento de Saúde da Mulher, Gestante, Criança e Adolescente - Rua São Sebastião, 772/776, Centro - exclusivo para crianças de seis meses a menores de seis anos, para as grávidas e puérperas: 8h às 11h30 e das 13h às 15h (segunda a sexta).



Público-alvo


Crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias); as pessoas com 60 anos ou mais; as gestantes e puérperas (até 45 dias pós-parto); os trabalhadores de Saúde de 18 anos ou mais; os professores; pessoas em situação de rua; profissionais das forças de segurança e salvamento; profissionais das Forças Armadas; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade; pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso; e a população privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.


São considerados trabalhadores da saúde aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. Assim, compreende tanto os profissionais da saúde, como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontologistas, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares; quanto os trabalhadores de apoio, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros, ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços diretos de assistência à saúde das pessoas.


Incluem-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares, como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras. A vacina também será ofertada aos estudantes da área da saúde que estiverem prestando atendimento na assistência dos serviços de saúde. Para fins de comprovação, os trabalhadores de saúde devem levar documentação que comprove o vínculo ativo. Os profissionais do transporte e caminhoneiros, assim como os de segurança e salvamento e das Forças Armadas também precisam apresentar documento que comprove o exercício efetivo da função.


No caso dos professores, deverão receber a vacina influenza mediante apresentação de documento que comprove sua vinculação ativa como professor. Todos os professores das escolas do ensino básico (creche, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizantes e EJA) e superior, de caráter público e privado.


A vacina contra a Influenza pode ser recebida conjuntamente com os imunizantes contra a Covid-19 e outras vacinas sem qualquer tipo de problema, conforme a Secretaria de Saúde. 



 

11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page