top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

UFJF demite dois servidores acusados de assédio contra funcionárias terceirizadas da instituição

Por Rádio Catedral


A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) demitiu dois servidores por assédio contra funcionárias terceirizadas da instituição. A decisão já foi publicada no Diário Oficial da União.


De acordo com a assessoria da Universidade, após o relatório conclusivo da comissão disciplinar sobre o caso de assédio e o parecer jurídico da Procuradoria Federal junto à UFJF, que concluiu pela legalidade do processo, a instituição acatou a recomendação e demitiu os servidores processados. A demissão, assinada pelo reitor Marcus David, foi publicada no diário oficial da união no dia 23 de dezembro.


Este foi o desfecho da denúncia de assédio cometido pelos dois servidores contra oito funcionárias de uma empresa terceirizada. Segundo a UFJF, o primeiro caso foi denunciado em maio e o Processo Administrativo Disciplinar foi instaurado um mês depois. A situação se tornou pública em julho, após denúncia do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Asseio, Conservação e Limpeza Urbana (Sinteac).


Na área criminal, o caso foi apurado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher. Em outubro, a delegada responsável pela investigação, Alessandra Azalim, divulgou que o inquérito foi concluído com o indiciamento dos dois homens por crimes diferentes, entre eles, estão assédio sexual, importunação e estupro. O caso foi encaminhado para a justiça.



Confira também:

13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page