top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Atleta de Jiu-jitsu paradesportivo analisa desafios e dificuldades do paradesporto em Juiz de Fora

Por Rádio Catedral

Marcelina do Nascimento (de bermuda, no centro) participou da mesa redonda na Câmara Municipal Foto CMJF/Divulgação


Dentro da programação da Semana Municipal de Incentivo ao Esporte, uma mesa redonda debateu o “Esporte paralímpico em Juiz de Fora: desafios e metas”. Uma das participantes destacou a necessidade de superar o assistencialismo para obter a inclusão das pessoas com deficiência na prática esportiva.


Marcelina do Nascimento, atleta de jiu-jitsu paradesportivo, foi uma das participantes. Ela destaca a necessidade de maior clareza de dados, praticantes e melhor infraestrutura para atender aos paratletas.



De acordo com Marcelina, muitos para-atletas deixaram juiz de fora em busca de melhores condições para competir. Ela cita especialmente o caso do jiu-jitsu paradesportivo, que é a modalidade em que compete.



Marcelina do Nascimento considera uma evolução a criação do Bolsa Atleta Municipal, mas destacou que os recursos ainda não foram disponibilizados. Marcelina cita que competiu na Arábia Saudita e que não teve apoio do poder público brasileiro para participar.



Sobre o pagamento do Bolsa Atleta Municipal aos selecionados , a Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) informa que o processo está em andamento e tão logo seja concluído, os atletas vão começar a receber a bolsa.

Leia também:


Foto: CMJF/Divulgação

5 visualizações0 comentário
bottom of page