top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

UFJF capacita profissionais de saúde para notificações de casos de violência

Por Fabíola Castro

*Foto: Enviada pelo Professor Ricardo Bedendo.

A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), iniciou nesta quinta-feira, 15 de setembro, a capacitação de profissionais de saúde do município para o preenchimento da ficha de notificação dos casos de suspeita ou confirmação de algum tipo de violência. Essa confirmação é feita nas unidades de saúde pelas pessoas que solicitam o atendimento nessas circunstâncias. A expectativa, segundo a Universidade, é de capacitar 300 profissionais. Confira também:


Na última segunda-feira, 12, como forma de preparação, foi realizada na Faculdade de Enfermagem da UFJF, uma oficina piloto do projeto “Cultura de Paz e Prevenção das Violências: Tecendo Redes” da qual participaram 46 pessoas, entre bolsistas e voluntários dos três eixos do projeto, graduandos em Medicina, Enfermagem, Pedagogia e Serviço Social, além de residentes de Medicina e assistentes sociais. A professora e coordenadora do projeto, Cacilda Andrade de Sá, falou sobre o início da capacitação e sua importância para a identificação e consequente diminuição das situações e casos de violência.


Professora Cacilda | Foto: Prof. Ricardo Bedendo.

A Enfermeira do Hospital Geral (HG), Claucia Rocha, destacou o problema que são os casos de violência, a importância da notificação correta e falou das suas expectativas dentro do projeto de capacitação.


Para a profissional da Vigilância Epidemiológica de Juiz de Fora, Vivian Marliere, além das notificações é preciso também haver o acolhimento no atendimento das situações de violência.


A bolsista do projeto, Tainá Oliveira, é aluna do sexto período de Enfermagem e comenta da oportunidade de estar na capacitação dos profissionais de saúde para a notificação dos casos suspeitos ou confirmados de algum tipo de violência.


Além da notificação dos casos de violência pelos profissionais de saúde, o projeto tem o objetivo também de auxiliar no mapeamento de ocorrências. A iniciativa é uma parceria entre a UFJF e a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). A duração do projeto é de seis meses e contará ainda com fóruns e campanhas que pretendem alcançar as comunidades e sensibilizá-las para o debate sobre o tema e para a busca de soluções para as diferentes demandas.


Oficinas

As oficinas serão na Faculdade de Enfermagem da UFJF. A previsão é de quatro oficinas por turno, em quatro salas simultâneas, com dois facilitadores em cada uma delas.


15 de Setembro: 7h30 às 11h30 e 13h às 17h 22 de setembro: 7h30 às 11h30 e 13h às 17h 20 de outubro: 7h30 às 11h30 e 13h às 17h 17 de novembro: 7h30 às 11h30 e 13h às 17h



*Com informações da UFJF.

31 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page