top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Timidez e ansiedade social: projeto da UFJF oferece atendimento gratuito

Por Fabíola Castro

Foto: Twin Alvarenga | Site UFJF.

A timidez caracterizada como ansiedade social pode impedir uma pessoa de se relacionar como gostaria ou de desempenhar alguma atividade da vida social, acadêmica ou profissional de forma simples e satisfatória. Mas, a boa notícia é que existem formas de trabalhar essa dificuldade, e a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) possui um projeto terapêutico gratuito, que auxilia essas pessoas, chamado de Grupo de Tímidos.


O Grupo de Tímidos é um projeto de extensão da UFJF, desenvolvido pelo Nevas - Núcleo de Estudos em Violência e Ansiedade Social, do Departamento de Psicologia, há cerca de 12 anos, sob coordenação do professor Lélio Moura Lourenço. São desenvolvidas atividades de clínica e pesquisa. Periodicamente, são abertas novas vagas e organizadas listas de espera com os interessados para edições futuras.


O professor Lélio Lourenço, em entrevista para o quadro “Bendita Saúde” desta terça-feira, 25, falou sobre a timidez e ansiedade social e sobre o trabalho realizado pelo grupo na UFJF.


Confira:


O que é a timidez? Como ela é caracterizada?


Existem níveis de timidez, podemos assim dizer?


Então, na prática, a pessoa com timidez pode apresentar sintomas no corpo, como foi comentado: suor, taquicardia, diante de alguma situação e se ela for patológica travar diante dessa mesma situação?


Timidez e ansiedade social são a mesma coisa com graus diferentes?


E como se chega a essa conclusão, ao diagnóstico de timidez, de ansiedade social que atrapalha o convívio social de uma pessoa?


É possível acompanhar essa pessoa com timidez e tentar amenizar os sintomas, as situações que atrapalham? O que pode ser feito?


A UFJF tem um trabalho que auxilia pessoas com a timidez, mais especificamente a ansiedade social chamado de “Grupo de Tímidos”. Como ele funciona?


O grupo finalizou mais um período de inscrições, mas abre permanentemente novas vagas?


Finalizando, professor quais as suas considerações?


Para quem quiser saber ainda mais informações sobre o grupo e também acompanhar outras questões pode seguir o perfil do Nevas no Instagram @nevas_gt. Há também o telefone (32) 2102-3121; e-mail nevasgt@gmail.com; e o site www.ufjf.br/nevas.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page