• Radio Catedral

Início da Semana Santa é marcado pela celebração do Domingo de Ramos

por Giovane Rezende

Foi celebrada no último domingo, 28, pelo Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, a Missa de Ramos na Catedral de Santo Antônio. Monsenhor Luiz Carlos de Paula, Padre José de Anchieta Moura Lima, Padre Antônio Pereira Gaio e Padre Danilo Celso de Castro concelebraram, com os serviços dos Diáconos Valdeci Silva e Antonio Valentino da Silva Neto no altar.

Na Missa que marcou o início da Semana Santa, houve participação dos fiéis, limitada a 20% da capacidade da Catedral, respeitando as regras de distanciamento social, cumprindo todos os protocolos de segurança como o uso de máscaras, aferição de temperatura e álcool gel.

Segundo Dom Gil Antônio Moreira, entramos na semana mais importante do ano, onde os católicos celebram os mais importantes mistérios de nossa fé. O Arcebispo pede aos fiéis que acompanhem de casa.

Além da celebração do Domingo de Ramos, a data marcou também os 12 anos de Dom Gil como Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora. O pastor agradece a Deus, ao clero e ao povo de nossa Arquidiocese.

Durante a Missa, Dom Gil convidou o professor e ex-pastor protestante, Eduardo Faria, para dar testemunho de sua conversão ao Catolicismo e realizar a sua Profissão de Fé. O administrador da Catedral Metropolitana, padre José de Anchieta Moura Lima, destacou a comemoração pelos 12 anos de Dom Gil em Juiz de Fora e a belíssima celebração que abriu a Semana Santa.

Conforme Monsenhor Luiz Carlos de Paula, a Semana Santa é um momento de muita espiritualidade e de estarmos em muita comunhão com Deus, participando intensamente de toda a programação, da forma como for possível.

No final da celebração os fiéis foram convidados a assistir ao documentário "Catedral de JF - Um monumento erguido a Deus" que mostra a história da Catedral e a restauração das pinturas internas. De acordo com Dom Gil, o documentário produzido pela Octo Produtora, pode ser assistido pelo Youtube.

O administrador da Catedral Metropolitana, padre José de Anchieta Moura Lima, elogia o filme por exaltar a beleza e apontar os detalhes desta obra que fica disponível para a admiração de todos e das próximas gerações.

Monsenhor Luiz Carlos de Paula pontua que a beleza desta reforma só foi possível graças a participação de todos que contribuíram ao longo dos anos para que as obras fossem finalizadas.


Confira o documentário "Catedral de JF - Um monumento erguido a Deus":

Confira as fotos da celebração:



0 comentário