top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Está aberto prazo para eleitores justificarem ausência no 1º turno das Eleições 2022

Por Rádio Catedral

Aberto prazo de justificativa para quem não votou no 1º turno em 2022 Imagem: TSE/Reprodução

Quem não votou no primeiro turno das eleições, no dia 2 de outubro, deve justificar a ausência dentro do prazo de 60 dias, que termina no dia 1º de dezembro.


Cada justificativa é válida somente para o turno ao qual a pessoa não tenha comparecido por estar fora do domicílio eleitoral. Quem deixar de votar no primeiro e no segundo turno da eleição, terá de justificar a ausência de cada um separadamente, obedecendo aos requisitos e prazos de cada turno.


A pessoa pode apresentar a justificativa de três formas:

  • via Aplicativo e-Título, que pode ser baixado nas plataformas Android e iOS;

  • pelo Sistema Justifica, acessado nos Portais da Justiça Eleitoral;

  • pelo Formulário Requerimento de Justificativa Eleitoral que está disponível no site da Justiça Eleitoral e deve ser entregue em qualquer cartório eleitoral ou enviado via postal à autoridade judiciária da zona eleitoral responsável pelo título.


De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ao acessar o Sistema Justifica, a pessoa deverá informar os dados pessoais (exatamente como registrados no cadastro eleitoral), declarar o motivo da ausência às urnas e anexar a documentação comprobatória digitalizada.


Em seguida será gerado um código de protocolo para acompanhamento e o requerimento será transmitido à zona eleitoral responsável pelo título do eleitor ou da eleitora para análise. Após a decisão, a pessoa será notificada.


A documentação será analisada pela autoridade judiciária da zona eleitoral responsável pelo título. Se a justificativa for aceita, haverá o registro no histórico do título eleitoral. Se for indeferida, a pessoa precisará quitar o débito.


Votação no segundo turno


Quem não votou no primeiro turno está liberado para comparecer às urnas no segundo turno, se estiver em situação regular com a Justiça Eleitoral. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, cada turno de votação é uma eleição independente.


A ausência na primeira etapa não impede o comparecimento às urnas no segundo turno. Em Minas, os eleitores votarão apenas na escolha do próximo presidente. Em outros 12 estados, também serão escolhidos os governadores que assumem em 2023.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page