• Radio Catedral

Dia Mundial de Doação de Leite Humano reforça importância dessa iniciativa



Nesta quarta-feira, 19 de maio, é celebrado o Dia Mundial de Doação de Leite Humano. O tema da campanha deste ano é a “Doação de leite humano: a pandemia trouxe mudanças, a sua doação traz esperança”, em que os Bancos de Leite Humano (BLH) reforçam a importância das doações para que o projeto atenda cada vez mais mães e bebês.


Os Bancos de Leite Humano tem o papel assistencial de apoiar o aleitamento materno e representam importante estratégia para redução da morbimortalidade infantil.


Em Juiz de Fora, o Banco de Leite Humano (BLH) completa 30 anos, foi criado em 30 de maio de 1991. A instituição desempenha um trabalho de atendimento a mães e bebês da cidade e região. O equipamento possui alguns postos de coleta em Juiz de Fora, como o Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus, a Santa Casa de Misericórdia e o Hospital Dr. João Penido.


As mulheres que apresentam dificuldades na prática do aleitamento, podem procurar o Banco de Leite Humano, onde será oferecida uma assistência personalizada de acordo com cada caso. Para aquelas mães que apresentam leite excedente à demanda do seu bebê, são oferecidas orientações sobre a doação. Além do apoio e atendimento assistencial, o Banco de Leite também é responsável pela coleta, processamento e controle de qualidade de todo leite doado. Assim, é garantida a segurança alimentar e nutricional dos receptores.


Conforme, a Secretaria de Saúde, responsável pelo BLH, as doadoras não precisam mais sair de casa para passar pelos exames necessários para serem consideradas aptas a doar leite. Uma enfermeira do Banco de Leite se encarrega de colher o material em domicílio e encaminhar para análise laboratorial. As parcerias com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Instituto de Laticínios Cândido Tostes, favorecem pesquisas sobre o leite materno.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu a Rede de Bancos de Leite Humano como uma das ações que mais contribuíram para redução da mortalidade infantil no mundo. O modelo brasileiro promovido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é reconhecido internacionalmente pelo desenvolvimento tecnológico inédito que alia baixo custo à alta qualidade, além de distribuir o leite humano conforme as necessidades específicas de cada bebê. O resultado é aumento da eficácia e redução da mortalidade neonatal.


O Banco de Leite Humano de Juiz de Fora fica na Rua São Sebastião, 772/776 - no Centro. Informações sobre a coleta das doações de leite humano podem ser obtidas pelo telefone (32) 3690-7436.



*Informações da Secretaria de Saúde PJF.

0 comentário