Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .

  • Radio Catedral

Coronavírus: Prefeitura suspende aulas e eventos com mais de cem pessoas em Juiz de Fora

Por Giovane Rezende


Em coletiva de imprensa realizada no saguão da Prefeitura de Juiz de Fora, na tarde desta segunda-feira (16), o Prefeito Antônio Almas, juntamente com outras autoridades de saúde do município, informou que estão suspensas as atividades na rede de ensino municipal por tempo indeterminado, para conter o avanço do Novo Coronavírus na cidade.


Segundo o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), divulgado nesta segunda (16), Juiz de Fora tem dois casos confirmados da doença Covid-19.

O segundo caso positivo, de acordo com a SES-MG, é de um homem de 30 anos e ainda é investigado se há histórico de viagem para o exterior. A Secretaria Municipal de Saúde informou que ele está em isolamento domiciliar. Já o primeiro caso de coronavírus em Juiz de Fora foi confirmado pela SES-MG no boletim do último sábado (14), trata-se de um paciente do sexo masculino, de 65 anos, residente na cidade, com histórico de viagem para Nova Iorque. Ele está internado em um hospital particular, com quadro estável.


Em Juiz de Fora, segundo boletim da SES-MG, até o momento são 14 notificações, com 11 em investigação, 1 descartado e os 2 confirmados. De acordo com a Secretaria de Saúde local, foram encaminhadas 22 notificações de casos suspeitos para o Estado.


Além da suspensão das aulas, também foi anunciado durante a coletiva, o cancelamento dos eventos públicos para mais de cem pessoas. Segundo Antônio Almas, o executivo também enviou recomendação para que as outras redes de ensino suspendam as atividades e para que os eventos de cunho cultural, esportivo e religioso com aglomeração de pessoas também não aconteçam.


Além dessas recomendações, foi feito o pedido para que os cidadãos com mais de 60 anos evitem aglomerações e só saiam de casa em casos de estrita necessidade. Todos os atendimentos aos idosos que não têm caráter urgente também estão suspensos. O prefeito Antônio Almas falou sobre as principais recomendações neste primeiro momento.

Hoje, segundo informações repassadas na coletiva, a Prefeitura está em conversas para contratar vagas em hospitais da cidade para aumentar o número de Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs), disponíveis para a população, conforme explica Antônio Almas.

O poder público municipal afirmou que, em caso de necessidade e de um avanço da doença na cidade, leitos privados também podem ser ocupados. Em relação aos eventos com expectativa de público superior a cem pessoas, Antônio Almas pediu bom senso aos organizadores para que sigam a recomendação da Prefeitura.

Segundo Antônio Almas, em caso de descumprimento da recomendação, a Prefeitura pode se utilizar dos meios legais e de fiscalização para impedir a realização dos eventos, sejam eles de qualquer natureza. Sobre a suspensão de outros serviços, Almas informou que os atendimentos seguem, mas que a população só procure os trabalhos em caso de urgência ou por meio de canais de comunicação.

Essas foram as primeiras medidas a serem tomadas pelo poder executivo na cidade. Segundo o prefeito, o Comitê de enfrentamento se reunirá durante todo o período e irá avaliar a progressão da doença para tomar outras medidas restritivas, caso seja necessário. Conforme Antônio Almas, a população tem uma importância muito grande no controle da expansão do Novo Coronavírus em Juiz de Fora.

O Secretário de Saúde de Juiz de Fora, Márcio Itaboray, informa que as pessoas só devem procurar o atendimento médico em casos graves, onde há dificuldades respiratórias, para evitar a exposição de outras pessoas ao risco.

De acordo com Márcio Itaboray, as ações realizadas em Juiz de Fora visam diminuir a curva de contágios na cidade, facilitando o atendimento para quem realmente necessita.

Nesse primeiro momento as feiras livres não foram suspensas, mas já existem conversas entre os responsáveis e o poder executivo. As empresas de ônibus foram orientadas a aumentar a higienização dos coletivos. Novas decisões e determinações acontecerão em Juiz de Fora conforme seja necessário.