top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

“Campanha da Fraternidade de 2023 incentiva a agir”, afirma secretário geral da CNBB

Por Roberta Oliveira


A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou na manhã desta Quarta-feira de Cinzas, 22 de fevereiro, a 59ª Campanha da Fraternidade. Em 2023 tem como tema “Fraternidade e Fome” e o lema bíblico, “Dai-lhes vós mesmos de comer!” (Mt 14, 16).


A cerimônia começou com a celebração de uma Missa Solene na Capela Nossa Senhora Aparecida, na sede da CNBB, em Brasília.


O subsecretário adjunto de pastoral da CNBB, Padre Marcos Barbosa leu os versículos 13 a 21 do capítulo 14 do Evangelho de Mateus, que inspira as reflexões da CF 2023.


O secretário-geral da CNBB, Dom Joel Portella Amado, afirmou que a Campanha da Fraternidade é um modo privilegiado de viver a Quaresma conforme a Palavra de Deus.

Conforme a Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional, mais de 33 milhões de pessoas estão em situação de fome no Brasil. Depois de uma década, o país voltou a aparecer no Mapa da Fome das Organizações das Nações Unidas - ONU. Dom Joel Portella Amado destacou que é uma situação que exige resposta da sociedade.

Em 59 anos, é a terceira vez que a fome é tema da Campanha da Fraternidade. Dom Joel Portella Amado reforça que o enfoque desta vez é convocar e incentivar os católicos a tomar uma atitude.

A Coleta Nacional da Solidariedade, gesto concreto da Campanha da Fraternidade, acontece em todas as comunidades do Brasil, no Domingo de Ramos, em 2 de abril. Do total arrecadado, as dioceses enviam 40% ao Fundo Nacional de Solidariedade (FNS), gerido pela CNBB, ação responsável pelo atendimento a projetos sociais em todo território brasileiro. A outra parte, 60%, permanece nas dioceses para atender projetos locais, pelos respectivos Fundos Diocesanos de Solidariedade (FDS).


No lançamento foi apresentado um vídeo com diversas iniciativas e práticas solidárias, realizadas pela Igreja no Brasil, no combate à fome.


Confira também:


70 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page