top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Arquidiocese reúne setores em prol de melhorias nas unidades prisionais

Por Rádio Catedral


Buscar soluções para os problemas nas unidades prisionais e a garantias legais aos presos foi o tema de uma reunião promovida neste mês pela Arquidiocese de Juiz de Fora

Além dos representantes da Igreja Católica e da Pastoral Carcerária, o encontro na Cúria Metropolitana recebeu autoridades do Poder Judiciário, diretores de unidades prisionais, representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e de organizações ligadas aos direitos humanos. Uma preocupação são as mortes registradas nas unidades. Até a data do encontro, eram dez óbitos.


O Assessor Eclesiástico da Pastoral Carcerária, Padre Welington Nascimento de Souza, explicou o objetivo da reunião com os representantes dos setores que atuam diretamente no sistema carcerário em Juiz de Fora.


Padre Welington comenta que a missão da Pastoral Carcerária significa levar o Evangelho e colocá-lo em prática no que se refere às pessoas que estão presas.


Espaço de diálogo


O Promotor responsável pela Defesa dos Direitos Humanos, Hélvio Simões Vidal, titular da 5ª Promotoria de Justiça, reforçou o papel agregador da Igreja Católica em abrir espaço para que todos os setores dialoguem sobre os problemas enfrentados no sistema carcerário.


O advogado Ulisses Sagioro, fala sobre o trabalho da Pastoral Carcerária, com quem o escritório colabora de forma voluntária


Igreja Católica defendendo a dignidade da vida humana


O Arcebispo de Juiz de Fora Dom Gil Antônio Moreira destacou que a reunião deste mês foi mais uma etapa do legado do Sínodo Arquidiocesano. Ele lembrou que o encontro resultou em duas ações para acompanhar a situação no sistema prisional da cidade e região.



Dom Gil reforçou a importância da atuação da Igreja Católica, em especial da Pastoral Carcerária, para ajudar neste caso de defender os direitos da pessoa humana.




7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page