top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Ansiedade: segundo OMS, Brasil é o país de pessoas mais ansiosas do mundo

Por Fabíola Castro

*Foto: Pixabay.

O Brasil é considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), como o país mais ansioso do mundo. A estimativa era que, antes da pandemia do coronavírus, o país tinha aproximadamente 9,3% da população ansiosa, o equivalente a cerca de 19,4 milhões. Conforme a OMS, somente no primeiro ano da pandemia, as taxas de depressão e ansiedade subiram 25%, o que fez a agência da ONU (Organização das Nações Unidas) pedir, neste ano, aos governos que atentem-se à saúde mental da população.


Ainda que seja algo natural e normal ao ser humano, a ansiedade, em certas situações, ultrapassa o nível considerado ideal. Ela pode levar o indivíduo a viver em intensa ameaça, o que pode fazê-lo fugir de atividades corriqueiras.


A psicóloga e docente do curso de Psicologia da Estácio, Ana Carolina H. Ermisdorff, em entrevista para o quadro "Bendita Saúde" falou sobre essa condição que pode estar presente no dia a dia de todas as pessoas.


Confira:


O que é a ansiedade? Como ela se caracteriza?


O Brasil é considerado como um país de pessoas ansiosas segundo a OMS. Isso acontece por qual motivo?


Essa condição de ansiedade se agravou com o período que passamos de pandemia?


Até que ponto é natural sentir ansiedade e quando ela passa a ser prejudicial na vida do indivíduo?


E o que fazer diante de uma crise de ansiedade?


Para quem tem crises de ansiedade, isso pode se tornar algo ainda mais grave, se não for cuidado da forma correta?


Como tratar e como prevenir?


Obrigada, Ana Carolina, pela entrevista!


A ansiedade estimula o indivíduo a entrar em ação, porém, em excesso, faz exatamente o contrário, impedindo reações, por isso, como a psicóloga destacou, quando prejudica atividades do nosso dia a dia, da nossa vida é preciso buscar ajuda e logo para evitar que se torne algo mais grave.

20 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page