• Radio Catedral

Via-Sacra Sinodal da juventude reúne milhares de pessoas e traz testemunhos de jovem Servo de Deus

Atualizado: Mar 10

Por Fabíola Castro


Santa Missa na Igreja Nossa Senhora de Fátima / Foto: Monalisa Lima

Em sua 11ª edição a Via-Sacra da Juventude da Arquidiocese de Juiz de Fora reuniu mais uma vez milhares de jovens de idade e também de coração para a caminhada ao Morro do Cristo, neste domingo (8). Testemunhos de familiares do Servo de Deus, Guido Schäffer, conhecido como o “anjo surfista”, jovem que está a caminho dos altares, também marcaram o dia.


Em 2020 o evento Sinodal, aconteceu em meio aos trabalhos do II Sínodo Arquidiocesano e levou aos jovens o mesmo lema da iniciativa pastoral: “Proclamai o Evangelho pelas ruas e sobre os telhados” (cf. Mt 10,27). E ainda a indagação a todos os participantes “Como viver a santidade na cidade?”


O Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, fez uma breve reflexão do evento e lembrou o Servo de Deus como modelo a ser seguido pelos jovens.

Para o Padre Miguel Campos, integrante da Pastoral Universitária Arquidiocesana, a evangelização para o jovem é levar Jesus Cristo a todos os cantos, mas Jesus precisa ser levado primeiro a eles em sua linguagem.

A jovem Marina, do grupo Jovem JUC (Jovens Unidos em Cristo), da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Juiz de Fora, participa pelo terceiro ano e falou da vivacidade da juventude.

Lawillia Vitória participou pela primeira vez do evento junto com seu grupo jovem JUPAC (Jovens Unidos por Amor a Cristo), da Paróquia Nossa Senhora das Dores, do Bairro Grama.

Com 13 anos, Heitor Fortunato Vieira, do grupo Jovem JUCAM (Jovens Unidos Caminhando no Amor de Maria), da Paróquia São Sebastião, do Bairro Barreira do Triunfo, chegou ao terceiro ano de participação na Via-Sacra Jovem e antes do início do evento falou da sua expectativa.

Como em todos os anos, a Via-Sacra Jovem teve início com a acolhida dos participantes na manhã deste segundo domingo da Quaresma, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no Bairro de mesmo nome, na Cidade Alta. Em seguida, Dom Gil presidiu a Santa Missa, que foi concelebrada por vários padres, e contou com a presença de diáconos e seminaristas. A igreja ficou lotada de jovens, que precisaram ainda se acomodar do lado de fora.


Testemunhos sobre o Servo de Deus Guido Schäffer



Ao final da Eucaristia o esperado momento do testemunho de familiares do Servo de Deus, Guido Schäffer. Sua mãe Maria Nazareth França Schäffer, falou aos presentes sobre a vida do filho, assim como o irmão do futuro santo, Maurício França Schäffer e um amigo, Eduardo da Silva Martins.


Em entrevista, após seu testemunho, Maria Nazareth, destacou as qualidades de Guido.

Em 2008, Guido ingressou no Seminário São José (Rio de Janeiro) para cursar os dois últimos anos do curso de teologia, pois é necessário um período mínimo de vida no seminário para a ordenação sacerdotal. Mas não chegou a ser ordenado sacerdote.


Em 1º de maio de 2009, com 34 de idade, Guido faleceu, vítima de uma contusão na nuca que gerou desmaio e afogamento, enquanto surfava, na praia da Barra da Tijuca, no Rio.


A mãe de Guido falou do significado de ter seu filho no caminho de se tornar um santo da Igreja Católica.

Para Eduardo da Silva Martins, amigo de Guido Schäffer, foi um privilégio ter conhecido e convido com ele.

Eduardo falou também do exemplo deixado pelo amigo que em breve pode se tornar santo.

Padre Miguel Campos também falou da sua especial devoção ao Servo de Deus, Guido Schäffer, cuja história conheceu já há alguns anos.

Clique aqui e conheça mais sobre a vida do Servo de Deus Guido Schäffer.


Caminhada até o Morro do Cristo


No trajeto até o Morro do Cristo, logo após a Missa e testemunhos, foram meditados os passos de Jesus rumo à Sua Paixão, Morte e Ressurreição, mistério central da fé cristã. No percurso, os jovens conduziram as réplicas de símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) – Cruz dos Jovens e Ícone de Nossa Senhora -, e as 15 cruzes que representam as estações da Via Dolorosa.


Chegando lá, o irmão de Guido, Maurício e o amigo, Eduardo, convidaram a todos para o "D.I.A. na praia 2020", que será realizado em 1º de maio, a partir das 8h, na praia do Guido - Posto 11 do Recreio.


A sigla do evento, “D.I.A.”, - de acordo com informações do site oficial do Servo de Deus -, surge da expressão em latim Duc In Altum, que significa “buscando águas profundas”. A abertura será às 8h, com bênção de Dom Roberto Lopes sobre as pranchas de surfe. O objetivo do DIA é de ser um grande evento de evangelização: a praia, o louvor a Deus, a participação na Santa Missa, a vivência do sacramento da confissão. Todas essas atividades em uma mesma manhã, visando encorajar as pessoas a um encontro mais íntimo com Jesus. O tema deste ano do D.I.A. na praia é inspirado no livro em que o Papa Francisco dá uma entrevista e declara: “Deus é jovem.”


A Via-Sacra Sinodal 2020 foi finalizada com a bênção de Dom Gil aos participantes.


Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • 347814db5ead8ece1540a586342c64b7_logo-ds

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .