top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Sem obras no Hospital Regional de JF, Governo de Minas destina recursos para Hospital João Penido

Governo de Minas reiterou que obras do Hospital Regional de JF não terão continuidade. Investimento no Hospital João Penido será de R$ 70 milhões, além da destinação de valores para outras intervenções na saúde de Juiz de Fora e região.


Por Rádio Catedral



O secretário de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, esteve em Juiz de Fora nesta sexta-feira (26) quando anunciou que o Governo de Minas irá destinar R$ 70 milhões do orçamento do Estado para o Hospital Regional Dr. João Penido, visando aumentar o número de leitos, de 182 para 244, além da reabertura do Pronto Atendimento que está fechado desde 2014.


A unidade é referência para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) na Zona da Mata mineira. Atualmente, o Hospital atende a 94 municípios da macrorregião Sudeste de Minas Gerais, nos níveis secundário (consultas médicas especializadas) e terciário (internações) de saúde, além de realizar exames específicos.


O anúncio do investimento acontece após o Governo mineiro decidir que as obras do Hospital Regional da cidade não terão continuidade, segundo o Executivo, por diversos problemas.


O responsável pela pasta estadual da saúde comentou a destinação do montante ao Hospital João Penido.



A destinação da verba foi anunciada durante vistoria às obras entregues e em andamento no Hospital. O secretário Fábio Baccheretti estava acompanhado pela presidente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), Renata Dias, e pela direção da unidade.


Hospital Regional Dr. João Penido localizado no Bairro Grama em Juiz de Fora | Foto: MPMG | Divulgação.

Outros investimentos


Além do investimento no Hospital João Penido, Fábio Baccheretti reforçou a intenção do direcionamento de parte dos recursos que seriam para o Hospital Regional para equipar o Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU-UFJF), unidade do Bairro Dom Bosco, gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). O recurso de R$ 180 milhões do PAC, conseguido pela instituição junto ao Governo Federal, seria apenas para a finalização da construção.




Obras do Hospital Regional de JF não serão retomadas


O Governo de Minas anunciou, na primeira quinzena do mês de abril, a inviabilidade de retomada das obras do Hospital Regional de Juiz de Fora, iniciadas em 2009, depois que laudos e diagnósticos da Secretaria de Estado de Infraestrutura, Mobilidade e Parcerias do Governo de Minas Gerais (Seinfra) apontaram uma série de erros graves que colocam em dúvida a estabilidade do edifício destinado à unidade.


Segundo a subsecretária de Edificações da Seinfra, Débora Dias do Carmo, as estruturas, como estão hoje, já estão comprometidas.



De acordo com o secretário Fábio Baccheretti, o que houve na construção do Hospital Regional de Juiz de Fora foi um problema de execução de obra e não de projeto, o que, segundo ele, não é de responsabilidade do Governo do Estado, por isso, a decisão foi de descontinuidade da construção e a redistribuição do recurso.



Segundo o Governo de Minas está sendo avaliado ainda, junto à Prefeitura Municipal de Juiz de Fora, outros aportes para garantir uma saúde melhor para a cidade e região, entre eles, para obras no Hospital de Pronto Socorro Dr. Mozart Teixeira (HPS).




12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page