top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Secretaria de Saúde de JF reforça importância de completar esquema vacinal contra a Covid-19

Por Fabíola Castro

Foto: Carlos Mendonça - PJF.

A vacinação completa contra a Covid-19 é uma importante aliada na contenção da circulação do coronavírus e consequente agravamento da doença e ocorrência de óbitos. A segunda dose e a vacina de reforço são essenciais nesse momento, principalmente diante do surgimento de uma nova variante, a ômicron. Casos dessa infecção já foram registrados no Brasil e os números de casos voltaram a subir em diversos países da Europa com a “quarta onda” da pandemia. Por isso, é importante as pessoas buscarem pela vacina o quanto antes, conforme os prazos estabelecidos para a complementar a imunização.


O subsecretário de Vigilância em Saúde de Juiz de Fora, Jonathan Ferreira, ressalta a importância de ampliar a proteção contra a Covid-19.

De acordo com dados da Secretaria de Saúde, 37.157 pessoas que estão aptas a receber a segunda dose contra a Covid-19 ainda não buscaram pelo imunizante, e outras 53.757 pessoas já poderiam tomar a vacina de reforço e não foram a um dos pontos de imunização.


O subsecretário de Vigilância em Saúde, reforça o chamamento à população para que realizem o reforço da vacinação se protegendo individualmente, mas destacando que essa proteção se torna coletiva.

Jonathan destaca ainda, a segurança dos imunizantes, atestada pelos órgãos de saúde competentes e reforça a necessidade das pessoas ficarem atentas às mudanças no intervalo entre uma dose e outra.

Houve a diminuição do intervalo entre primeiras e segundas doses de alguns imunizantes, como no caso da Pfizer, que passou de oito semanas para 21 dias, e também da segunda dose para a dose de reforço, que passou de seis para cinco meses, para todas as pessoas acima de 18 anos. Atualmente, o intervalo entre 1ª e 2ª dose da AstraZeneca é de oito semanas, e da Coronavac é de 28 dias. A dose de reforço para os imunossuprimidos deve ser recebida após 28 dias da segunda.


O subsecretário de Vigilância em Saúde de Juiz de Fora, Jonathan Ferreira, ressalta que os eventos adversos, as reações, decorrentes da vacinação são brandos na maioria dos casos e, comuns à vacinação, e isso não pode ser motivo para que as pessoas não voltem para tomar a vacina.

Segundo a Prefeitura de Juiz de Fora, cerca de 15 mil pessoas receberam a vacina da Janssen na cidade, quando a orientação para aplicação do imunizante era em dose única. Porém, a indicação mais recente do Ministério da Saúde, é que se aplique outra dose para se ter o esquema vacinal completo.


Conforme Jonathan Ferreira, a Secretaria de Saúde aguarda o recebimento de uma nova remessa deste imunizante para que seja oferecida a segunda dose a este público.

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), informou na terça-feira (7) que nesta quinta-feira (9), o Estado irá receber 66.100 doses de vacina contra a Covid-19 do laboratório Janssen. A previsão é que os imunizantes cheguem pela manhã, no Aeroporto Internacional de Confins, em Belo Horizonte. As doses fazem parte da 72ª remessa de distribuição enviada pelo Ministério da Saúde.


Após o desembarque, as vacinas são transportadas para a Central Estadual da Rede de Frio, de onde é feita a logística de distribuição. O repasse às Unidades Regionais de Saúde e posterior entrega aos municípios terá início ainda nesta quinta-feira, segundo a pasta estadual da saúde.


O número de casos, internações e óbitos pela Covid-19 em Juiz de Fora caíram nos últimos meses com o avanço da vacinação, mas a população não pode relaxar neste momento para que a situação não volte a se agravar, como reforça o subsecretário de Vigilância em Saúde de Juiz de Fora, Jonathan Ferreira.

Juiz de Fora tem, segundo dados da Secretaria de Saúde, mais de 945 mil doses de vacinas contra o coronavírus aplicadas, ultrapassando o número de 460 mil pessoas que receberam ao menos uma dose. Há pontos de vacinação em todas as regiões através das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ao longo da semana e vacinação de 14h às 20h, no PAM Marechal, no centro da cidade, além de disponibilização de pontos de imunização aos sábados.


Vacina da gripe


Lembrando ainda, que a vacinação contra a gripe segue também em Juiz de Fora até 17 de dezembro ou enquanto durarem os estoques do imunizante. A vacina pode ser encontrada no Pam Marechal, nas Unidades Básicas de Saúde, no Departamento de Saúde do Idoso e no Departamento de Saúde da Mulher, Gestante, Criança e Adolescente.


Públicos que estão sendo vacinados


Primeira dose - Todas as pessoas a partir de 12 anos que por qualquer motivo ainda não tenha buscado pela vacina


Segunda dose de AstraZeneca - Todas as pessoas que receberam este imunizante há pelo menos 8 semanas


Segunda dose de Pfizer - Todas as pessoas que receberam este imunizante há pelo menos 21 dias


Vacina de reforço para imunossuprimidos - Pessoas imunossuprimidas que receberam a segunda dose de AstraZeneca, Coronavac ou Pfizer há pelo menos 28 dias


Vacina de reforço - As pessoas que receberam a segunda dose de AstraZeneca, Coronavac ou Pfizer no dia 25 de julho ou antes


Juiz de Fora vacina em 47 locais atualmente, de segunda à sexta:


Departamento de Saúde do Idoso (DSI)* - das 8h às 11h

Rua Batista de Oliveira, 943, Granbery.


*O Departamento de Saúde do Idoso realiza a vacinação dos idosos a partir de 60 anos que tenham que receber primeira, segunda dose ou a vacina de reforço.


Pam Marechal - das 14h às 20h

R. Mal. Deodoro, 496, no Centro


10 UBSs referência - das 8h às 11h e das 13h às 16h*


UBS Bairro Nossa Senhora de Lourdes, Rua Inácio Gama, 813;

UBS Benfica, Rua Guararapes, 106;

UBS Milho Branco, Rua Nicolau Schuery, s/nº

UBS Nossa Senhora Aparecida, Rua Nossa Senhora Aparecida, 775;

UBS Santa Cecília, Rua Gabriel Rodrigues, nº 900

UBS Santa Luzia, Rua Torreões, s/nº

UBS São Pedro, Rua João Lourenço Kelmer, 1.433;

UBS Parque Guarani, Rua Sofia Rafael Zacarias, 685;

UBS Progresso, Rua Jorge Knopp, nº 119

UBS Vila Ideal, Avenida Francisco Valadares, 1.910


35 UBSs que vacinam de 8h às 11h:


- UBS Alto Grajaú, Rua Doutor Leonel Jaguaribe, 178;

- UBS Bairro Industrial, Rua João Gualberto,110;

- UBS Barreira do Triunfo, Avenida Juscelino Kubitscheck, s/nº;

- UBS Borboleta, Rua Tenente Paulo Maria Delage, 229;

- UBS Centro Sul, Av. Barão do Rio Branco, 3.132, Centro;

- UBS Cidade do Sol, Rua Gustavo Capanema, 70;

- UBS Dom Bosco, Rua João Manata, 93;

- UBS Esplanada, Rua Bias Fortes, 74;

- UBS Filgueiras, Rua Orlando Riani, 2.200;

- UBS Furtado de Menezes, Rua Furtado de Menezes, 19;

- UBS Grama, Praça Áureo Carneiro s/n;

- UBS Granjas Bethânia, Rua Nove de Julho, 294;

- UBS Ipiranga, Rua Etiene Loures, 85;

- UBS Jardim da Lua, Rua Natalino José de Paula, 314;

- UBS Jardim Esperança, Rua Padre João Micheleto, 35;

- UBS Jardim Natal, Rua Tenente Lucas Drumond, 370;

- UBS Joquei Clube I, Rua Antonio Armando Pereira, 140;

- UBS Joquei Clube II, Rua Antônio Guimarães Peralva, 130;

- UBS Linhares, Rua Ministro Odilon Braga, s/nº;

- UBS Marumbi, Rua Barão do Retiro, 1.462;

- UBS Monte Castelo, Rua Doutor Oswaldo Mascarenhas, s/nº;

- UBS Nossa Senhora das Graças, Rua Queluz 72;

- UBS Nova Era, Rua Guimarães Júnior, 850;

- UBS Retiro, Rua Sebastião Cardoso, 41;

- UBS Santa Cruz, Rua Doutor Antônio Mourão Guimarães, 245;

- UBS Santa Efigênia, Rua José Ferreira, 13;

- UBS Santa Rita, Rua José Vicente, 390;

- UBS Santo Antônio, Rua Pedro Trogo, 285;

- UBS Santos Dumont; Rua Álvaro José Rodrigues, 25;

- UBS São Judas Tadeu; Rua Ernesto Pancini, 446;

- UBS São Sebastião; Rua Jorge Raimundo, 209;

- UBS Teixeiras; Rua Custódio Furtado de Souza, 131;

- UBS Vale Verde; Rua Marciano Pinto, 685;

- UBS Vila Esperança; Rua Nova, 30;

- UBS Vila Ideal; Avenida Francisco Valadares, 1910;

- UBS Vila Olavo Costa; Rua Jacinto Marcelino, 16.


*As UBSs referência às quintas-feiras vacinam apenas no turno da manhã, das 8h às 12h.

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page