• Radio Catedral

Saiba os benefícios de uma boa noite de sono

*por Danielle Quinelato

O tema do "Bendita Saúde" desta quinta-feira (28) foi o sono e a importância de dormir. É durante o sono que o organismo exerce as principais funções restauradoras do corpo, como o reparo dos tecidos, o crescimento muscular e a síntese de proteínas. Durante este momento, é possível repor energias e regular o metabolismo, fatores essenciais para manter corpo e mente saudáveis. Dormir bem é, então, hábito que deve ser incluído na rotina de todos.


Contudo, a pandemia da covid-19 mexeu com a saúde mental das pessoas aumentando o número de casos de depressão, ansiedade e estresse e, consequentemente, os problemas com o sono cresceram no Brasil. Isso pode ser visto pela alta na venda de remédios para dormir controlados por meio de receitas médicas.


De acordo com dados da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a compra do medicamento cresceu desde o começo da crise sanitária em todos os estados do país. Em fevereiro, uma startup focada no tratamento de insônia fez uma pesquisa para avaliar como estava a qualidade do sono. Mais de 13% dos entrevistados disseram que tomavam medicamentos para dormir, sendo 71% mulheres e 29% homens. Das pessoas que usavam os fármacos, 35% faziam sem prescrição médica.


As medicações têm efeitos colaterais que vão desde sonolência, que é o mais comum, até a alteração de consciência, memória, dependência e tolerância, que é quando a medicação deixa de ser suficiente e a pessoa vai aumentando cada vez mais o uso para dormir. O uso sem acompanhamento médico pode agravar os problemas.


Para abordar melhor esses temas da importância do sono e dos impactos desses medicamentos, nós conversamos com a nutróloga Drª. Alice Amaral. Ela falou a respeito da automedicação, sobretudo dos remédios para dormir, e como o uso incorreto de qualquer substância pode prejudicar a saúde.


Como os remédios para dormir agem no nosso corpo? Quais são os seus efeitos prolongados e negativos?


Se muita gente apela para o uso dos remédios para dormir, é porque sabem que o sono é muito importante para a saúde. Afinal, por que precisamos dormir?


De quantas horas de sono precisamos?


Quais as principais causas da insônia?


Quais atitudes podem nos ajudar a ter boas noites de sono? A alimentação também influencia no bom sono?


Nós trouxemos de forma bem sucinta e objetiva a importância de se dormir bem. O descanso é importante para a saúde e colabora no equilíbrio do organismo e no melhor funcionamento dele. Por isso, o tempo e a qualidade do sono são fundamentais para o bem-estar e também para a reposição de energia.


Ao dormir menos de 8 horas por noite, uma pessoa atrapalha o funcionamento ideal de seu organismo, aumentando as chances de desenvolver doenças como: obesidade, diabetes, hipertensão e outras doenças cardiovasculares, alterações imunológicas, resfriados constantes e até transtornos mentais, como a depressão. Estudos apontam que dormir por apenas 5 horas ou menos durante um dia pode aumentar cerca de 15% os riscos de mortalidade de uma pessoa.

0 comentário