top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

São Francisco de Sales: uma inspiração para comunicar e evangelizar a todos com gentileza

Por Roberta Oliveira

São Francisco de Sales | Imagem: ANS

Nesta terça-feira, 24 de janeiro, a Igreja celebra São Francisco de Sales, patrono dos escritores, dos jornalistas e dos surdos.


Nesta data, tradicionalmente, Papa Francisco divulga a Mensagem para o Dia Mundial das Comunicações Sociais. Neste ano, ele conclamou os católicos e cristãos a falar com o coração em prol da paz.


No texto, o Pontífice destacou que São Francisco de Sales é "um dos exemplos mais luminosos e, ainda hoje, fascinantes deste falar com o coração'”.


Quem foi São Francisco de Sales?

Quem nos conta a história dele é o Vigário Episcopal para a Comunicação, Reitor do Seminário Santo Antônio e Diretor da Rádio Catedral FM, Padre Antônio Camilo de Paiva.


Francisco nasceu em uma família nobre, estudou com os padres da Companhia de Jesus, com quem aprendeu vários idiomas. Formou-se em Direito, mas se decidiu pela vocação religiosa e foi ordenado sacerdote com 26 anos. A busca pelo conhecimento e pela vivência do amor de Deus o tornou a inspiração para a fundação da Congregação Salesiana, como lembra Padre Camilo.


Levar a Palavra de Deus a todos

São Francisco de Sales é descrito como um sacerdote que buscou a santidade não só para si, mas também para os outros. E por isso, ao longo da vida, demonstrou várias habilidades para comunicar o Evangelho a todos.


São Francisco de Sales morreu em 28 de dezembro de 1622, em Lyon, aos 55 anos. Foi beatificado em 1661 pelo Papa Alexandre VII, que também o canonizou em 1665 e declarado Doutor da Igreja pelo Papa Pio IX, em 1877. Que o santo que sempre soube comunicar a Palavra de Deus seja uma inspiração, como ressalta Padre Camilo.


A responsabilidade dos comunicadores


Deus o colocou no mundo para realizar em você a sua bondade”. Esta frase de São Francisco de Sales foi o tema da reflexão no editorial do Jornal Boa Nova desta terça-feira, 24, com o Padre Camilo de Paiva.



História de São Francisco de Sales*


Origens

São Francisco de Sales nasceu na província de Savóia em 1567. Pertencente à nobre família de Barões de Boisy, cresceu no castelo de Sales. Sua mãe, uma condessa, buscou formá-lo muito bem com os padres da Companhia de Jesus, onde, dentre muitas disciplinas, também aprendeu várias línguas. Muito cedo, fez um voto de viver a castidade e buscar sempre a vontade do Senhor. Ao longo da história desse santo muito amado, é possível perceber o quanto ele buscou e o quanto encontrou o que Deus queria.


Vocação

Certa ocasião, atacado pela tentação de desconfiar da misericórdia do Senhor, ele buscou a resposta dessa dúvida com o auxílio de Nossa Senhora e, assim, a desconfiança foi dissipada. Estudou Direito em Pádua, mas, contrariando familiares, quis ser padre. Em 18 de dezembro de 1593, foi ordenado sacerdote aos 26 anos de idade. Foi um sacerdote que buscou a santidade não só para si, mas também para os outros.


Nomeado Bispo

No seu itinerário de pregações, de zelo apostólico e de evangelização, semeando a unidade e espalhando, com a ajuda da imprensa, a sã doutrina cristã, foi escolhido por Deus para o serviço do episcopado em Genebra. Em 1599, foi nomeado bispo coadjutor e, após três anos, passou a ser titular, com sede em Annecy, França. Um apóstolo do amor e da misericórdia, visitava paróquias, reorganizava mosteiros, conventos e dedicava-se à pregação e catequeses para os fiéis.


“Introdução à vida devota”

Durante uma pregação em Dijon, em março de 1604, conheceu Joana Francisca de Chantal, com quem formou uma grande amizade. No ano de 1608, escreveu e dedicou-lhe o livro “Introdução à vida devota”. Neste livro, São Francisco de Sales resumia os princípios da vida interior e ensinava como amar a Deus.


Amizade que inspira

A amizade com Joana contribuiu para que fundassem a Congregação da Visitação de Santa Maria, em 1610, em Annecy, com o intuito de prestar socorro aos pobres e necessitados. Anos mais tarde, a Congregação tornou-se Ordem Contemplativa e as monjas passaram a ser chamadas de Visitandinas.


Páscoa

São Francisco de Sales morreu em 28 de dezembro de 1622, em Lyon. No ano seguinte, seus restos mortais foram encaminhados para Annecy. Esse grande santo da Igreja morreu com 55 anos, sendo que 21 deles foram vividos no episcopado como servo para todos e sinal de santidade.


Via de Santificação

Declarado Doutor da Igreja pelo Papa Pio IX, em 1877, é também titular e patrono da família salesiana, fundada por Dom Bosco, que se inspirou nele ao adotar o nome [salesiano]. Também é patrono dos escritores e dos jornalistas devido ao estilo e ao conteúdo de seus escritos. Foi beatificado em 1661 pelo Papa Alexandre VII, que também o canonizou em 1665.


Minha oração

“Doutor da mansidão, ensinai aos teus devotos o caminho para tão grande equilíbrio e paz. Assim como conduza-nos a misericórdia e paciência com os pecadores, os que estão mais próximos e vivem conosco. Amém.”


São Francisco de Sales, rogai por nós!


Livro “Um santo para cada dia” – Mário Sgarbossa – Luigi Giovannini [Paulus, Roma, 1978]

Livro “Santos de cada dia” – José Leite, SJ [Editorial A.O. Braga, 2003]

Martirológio Romano

Vaticannews.va

Vatican.va

– Produção e edição: Melody de Paulo

– Oração: Rafael Vitto – Comunidade Canção Nova


São Francisco de Sales | Imagem: Site Franciscanos

*Fonte: Site da Canção Nova

8 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page