top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Representante do Papa no Brasil virá à Arquidiocese de JF para abertura do Ano Mariano e Jubilar

Em coletiva, o Arcebispo Metropolitano Dom Gil Antônio Moreira e os Padres Camilo e João Paulo falaram detalhes da programação da visita do Núncio Apostólico.


Por Roberta Oliveira

*Foto: Arquidiocese JF.


O ano de 2023 será muito emocionante na Arquidiocese de Juiz de Fora. É o terceiro ano de preparação para o Jubileu de 100 anos da Diocese. E a abertura deste período de espiritualidade, reflexão e festa será em fevereiro, com a presença do Núncio Apostólico, representante do Papa no Brasil, Dom Giambattista Diquattro.


Em coletiva na manhã desta última segunda-feira, 2, o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, o Vigário Episcopal para a Comunicação e Reitor do Seminário Santo Antônio, Padre Antônio Camilo de Paiva e o Pároco da Catedral Metropolitana, Padre João Paulo Teixeira deram detalhes sobre as celebrações da abertura do Ano Jubilar e sobre a programação ao longo do ano.


Celebrações em Guarará e em Juiz de Fora

Dom GIl Antônio Moreira - Arcebispo de Juiz de Fora | Foto: Arquidiocese JF.

O Núncio Apostólico, Dom Giambattista Diquattro, embaixador do Vaticano no Brasil, chega em Juiz de Fora no dia 3 de fevereiro. A programação intensa começa no sábado, 4 de fevereiro, conhecendo a Fazenda da Esperança de Guarará, como explicou o Arcebispo, Dom Gil Antônio Moreira.


Estão previstas duas celebrações em Juiz de Fora: uma na capela do Seminário Arquidiocesano Santo Antônio e a grande Missa Solene na Catedral Metropolitana.


A Igreja Particular de Juiz de Fora celebra em 1º de fevereiro os 99 anos de criação da Diocese. Com a presença do núncio Apostólico será aberta oficialmente as celebrações do Jubileu dos 100 anos e o ano dedicado a Nossa Senhora. O Arcebispo manifestou a expectativa de que 2023 seja um ano abençoado na Arquidiocese.


"A presença é especial no Ano Vocacional", afirmou Padre Camilo

Padre Antônio Camilo de Paiva - Reitor do Seminário Santo Antônio e Diretor da Rádio Catedral | Foto: Arquidiocese JF.

Como Dom Gil Antônio Moreira destacou, uma parte da programação da visita do Núncio Apostólico será realizada junto à comunidade formativa do Seminário Arquidiocesano Santo Antônio.


Atualmente, 89 seminaristas estudam nos cursos de Filosofia e de Teologia. Eles são da Arquidiocese de Juiz de Fora, das Dioceses de São João del-Rei, Leopoldina e Valença; e também e das ordens Orionita, Magnificat e Sacramentina.


O reitor do Seminário, Padre Antônio Camilo de Paiva, falou a respeito do significado da presença de Dom Giambattista Diquattro na instituição de formação dos futuros sacerdotes da Arquidiocese.


Na Missa Vocacional na Capela do Seminário haverá o rito de Instituição dos Ministérios de Leitor e Acólito para dois seminaristas, Paulo e Gabriel Arcanjo. Em seguida, está prevista uma Sessão Solene no Auditório da Cúria Metropolitana para o lançamento do documento conclusivo do II Sínodo Arquidiocesano e a apresentação do novo Catálogo da Arquidiocese.


Padre Camilo reforça que será um momento para valorizar todas as vocações que são a base do trabalho da Igreja Católica.


"Um momento único da história de fé da Arquidiocese", destacou Padre João Paulo

Padre João Paulo Teixeira Dias - pároco da Catedral | Foto: Arquidiocese JF.

O momento mais esperado da visita do Núncio Apostólico à Arquidiocese de Juiz de Fora será no domingo, 5 de fevereiro: a Missa Solene às 15h na Catedral Metropolitana.

O pároco Padre João Paulo Teixeira, reforçou que a recepção às autoridades da igreja e à comunidade de fé começa mais cedo.


Padre João Paulo Teixeira destacou que a solene missa às 15h será um momento marcante na história da igreja particular em Juiz de Fora


Ao longo do mês de janeiro, a Rádio Catedral FM vai trazer muitas informações a respeito da vinda do Núncio Apostólico, Dom Giambattista Diquattro e a abertura do Ano Jubilar e Ano Mariano rumo ao centenário Diocesano. Não perca!


Núncio Apostólico - representante do Papa no Brasil

Dom Giambattista Diquattro - Núncio Apostólico no Brasil | Foto: Vatican Media.

O Núncio Apostólico para o Brasil foi nomeado pelo Papa Francisco em agosto de 2020. Sua Excelência Reverendíssima Dom Giambattista Diquattro, Arcebispo titular de Giromonte, antes Núncio Apostólico na Índia e no Nepal.


Giambattista Diquattro nasceu em Bolonha, Emília-Romanha, Itália, em 18 de março de 1954. É arcebispo, diplomata, teólogo e canonista. Foi ordenado sacerdote em 1981. Recebeu seu mestrado em Direito Civil na Universidade de Catânia, e doutorado em Direito Canônico na Pontifícia Universidade Lateranense em Roma e mestrado em Teologia Dogmática na Pontifícia Universidade Gregoriana em Roma.


Entrou para o Serviço Diplomático da Santa Sé em 1º de maio de 1985, e serviu em missões diplomáticas nas representações pontifícias na República Centro-Africana, República Democrática do Congo e Chade, nas Nações Unidas em Nova York, e mais tarde na Secretaria de Estado do Vaticano, e na Nunciatura Apostólica na Itália. O Papa João Paulo II o nomeou núncio apostólico no Panamá em 2 de abril de 2005. Bento XVI o nomeou núncio apostólico na Bolívia em 21 de novembro de 2008, e em 21 de janeiro de 2017, o Papa Francisco o nomeou Núncio Apostólico na Índia e no Nepal.

79 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page