top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Procon JF promove fiscalização para coibir aumento abusivo dos preços dos combustíveis


Ação se deu após anúncio de reajuste nos preços de combustíveis pela Petrobrás. A fiscalização extraordinária teve objetivo de coibir aumento abusivo.


Por Rádio Catedral

Foto: Uol.

O Procon - Agência de Proteção e Defesa do Consumidor de Juiz de Fora, realizou ação extraordinária de fiscalização para averiguar a possível prática de aumento abusivo de preços em postos de combustíveis da cidade, após o anúncio de reajuste feito pela Petrobrás. A iniciativa se deu, conforme o órgão, após denúncia feita pela Associação de Motoristas de Aplicativos (Amoaplic), na tarde de ontem, quinta-feira, 10. O Superintendente do Procon, Eduardo Floriano, participou da ação, que constatou o aumento de preços em alguns estabelecimentos e determinou a instauração de processo administrativo contra os postos que realizaram aumentos mesmo antes do prazo estipulado para sofrer o reajuste que seria nesta sexta-feira (11).

O levantamento feito pela operação de fiscalização do Procon verificou os 24 estabelecimentos que estavam praticando valores abusivos de combustíveis em diversas regiões da cidade. A Agência de Proteção e Defesa do Consumidor solicita que aqueles consumidores que abasteceram seus veículos nesta quinta, 10, e constataram o aumento, que encaminhem nota fiscal para o WhatsApp (32) 98463-2687, e-mail institucional, procon@pjf.mg.gov.br, ou mesmo, compareçam com a documentação à sede do órgão, na Avenida Presidente Itamar Franco, 992, no Centro. A pesquisa do Procon também apresenta estudo de dados da ANP - Agência Nacional de Petróleo. O acompanhamento dos preços dos combustíveis é feito com coleta de dados, a cada 15 dias, em diferentes regiões do município. E das 45 cidades de Minas Gerais pesquisadas, Juiz de Fora é a 12ª com maior valor da gasolina comum registrada. O anúncio de aumento nos combustíveis pela Petrobras foi feito ontem (10), pela empresa. Os reajustes de preços de venda de gasolina e diesel para as distribuidoras começaram a valer a partir de hoje (11). O preço médio de venda da gasolina da Petrobras para as distribuidoras passa de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro. A parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,37, em média, para R$ 2,81 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,44 por litro”, informou o comunicado da empresa. Para o diesel, o preço médio de venda da Petrobras para as distribuidoras subirá de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro. A parcela da empresa no preço ao consumidor passará de R$ 3,25, em média, para R$ 4,06 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,81 por litro”, de acordo com a Petrobrás. Para o GLP [gás liquefeito de petróleo], o preço médio de venda, para as distribuidoras, subirá de R$ 3,86 para R$ 4,48 por kg, equivalente a R$ 58,21 por 13kg, refletindo reajuste médio de R$ 0,62 por kg. Ainda na quinta-feira (10), após o anúncio da Petrobrás dos reajustes, em Juiz de Fora, motoristas fizeram filas nos postos de combustíveis, causando um movimento intenso nos locais.

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page