top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Prefeitura vai apurar causa de acidente de coletivo da TUSMIL na Avenida Itamar Franco

Atualizado: 15 de fev. de 2022

por Giovane Rezende

Um ônibus da empresa Tusmil, pertencente ao consórcio Manchester, bateu em um poste na Avenida Itamar Franco, no bairro São Mateus. Conforme informações da Prefeitura de Juiz de Fora, o coletivo da linha Mirante se acidentou por volta das 7h30. 20 pessoas foram conduzidas ao HPS. Três permaneceram em observação e o restante foi liberado após atendimentos médicos. Conforme informações preliminares, o motorista teria perdido o controle da direção, o que ocasionou o acidente.


O choque do veículo com o poste da Cemig causou queda de energia em residências e comércios próximos à localidade, mas, segundo a concessionária, não houve interrupção de fornecimento. Os padrões de alguns moradores que foram danificados pelo choque do ônibus, são de responsabilidade dos consumidores, que devem providenciar o reparo necessário e acionar a Cemig para fazer a religação das unidades.


O Secretário de Mobilidade Urbana, Tadeu David, em vídeo postado nas redes sociais da Prefeitura de Juiz de Fora, afirmou que o evento vai ser apurado.

Ainda conforme o secretário, Tadeu David, o consórcio Manchester já foi notificado e o prazo se encerra nesta semana.

Segundo divulgado pelo executivo municipal, apenas em 2021 foram emitidas 521 autuações ao consórcio Via JF e 581 ao Consórcio Manchester. Entre irregularidades apresentadas se destacam as más condições dos veículos e o não cumprimento dos quadros de horários nos trajetos.


O Consórcio Manchester se pronunciou através de nota em que disse lamentar o ocorrido, especialmente neste acidente em que houve vítimas. Mas está acompanhando a situação de todas elas, sendo que felizmente, diz a nota, nenhuma se feriu com gravidade. A empresa afirma ainda ter fornecido todo suporte quanto a danos materiais, inclusive providenciando geradores. E que ontem conseguiu atender a operação do comércio local e hoje, providenciou um gerador de maior potência para atender o prédio que ficou sem energia, até que a Cemig pudesse restabelecer a situação da forma adequada.


O Consórcio Manchester disse ainda na nota que, quanto às causas do acidente, foi feita perícia no local, aguardando a sua conclusão. Esclareceu, também, que não havia indício de falha mecânica no carro, que é de 2016, pneus novos, e estava com a manutenção em dia, segundo o Consórcio. A Empresa disse ainda na nota que, no entanto, precisa apurar os fatos, analisando as imagens de câmera disponíveis e ouvir todas as pessoas envolvidas para concluir esta perícia.

26 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page