top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Pneumonia: o que saber?

No último 12 de novembro foi celebrado o Dia Mundial da Pneumonia com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção da doença.


Por Fabíola Castro


Embora a Pneumonia seja uma doença muito associada à velhice, é essencial destacar que qualquer pessoa, em qualquer idade, está sujeita a contraí-la, inclusive é grande causa de morte em crianças de até 5 anos de idade, daí a importância de reconhecer os sintomas. E ao contrário do que muitos podem pensar não é uma doença que acontece apenas em épocas mais frias.


No último 12 de novembro foi celebrado o Dia Mundial da Pneumonia proposto pela Organização Mundial de Saúde (OMS), com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção da doença.


Se a pneumonia é diagnosticada e tratada de forma adequada, dificilmente acontece um agravamento do quadro.


O Infectologista Doutor Marcos Moura em entrevista para o quadro "Bendita Saúde"desta quinta-feira, 16, explicou sobre a doença.


Confira:


O que é a pneumonia?


O que pode causar a pneumonia e como acontece o contágio?


Quais os principais sinais da doença? Quais os fatores de risco para pneumonias?


Como diferenciar pneumonia de uma gripe ou resfriado?


Qual o tratamento mais adequado? Se a pneumonia não for tratada adequadamente ela pode se agravar?


A pneumonia é uma doença mais comum no frio ou pode acontecer a qualquer momento? Como se prevenir da doença?


Excelentes informações sobre a Pneumonia para reconhecimento dos sintomas dessa doença que pode se agravar se não for diagnostica e tratada corretamente. Doutor Marcos sempre muito solicito e disponível ao nosso quadro e à nossa Rádio Catedral! Obrigada Dr Marcos, mais uma vez, pela entrevista e sua colaboração com o nosso quadro Bendita Saúde.


Quadros de resfriado comum e gripe podem se agravar e contribuir para o desenvolvimento da pneumonia causada por bactérias. Por isso, tomar a vacina da gripe é extremamente importante para a prevenção. O imunizante é disponibilizado gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde anualmente, primeiro para públicos prioritários e depois para toda população.


Há ainda, como Dr. Marcos comentou, a vacina anti-pneumocócica, opção de prevenção para pneumonias causadas pela bactéria denominada pneumococo, que deve ser prescrita pelo médico. Em caso de contágio, a imunização diminui a intensidade dos sintomas, além de evitar as formas graves da doença e a mortalidade para esse tipo específico de pneumonia.


Algumas das populações prioritárias para a vacinação são: adultos com idade igual ou superior a 60 anos, portadores de doenças crônicas, indivíduos em situação de imunossupressão, gestantes, residentes em lares de idosos, profissionais da saúde, cuidadores de crianças, indígenas, população carcerária, tabagistas e portadores de asma.


Prevenção é sempre o melhor remédio!


*Com informações do site sbpt.org.br.


5 visualizações0 comentário

留言


bottom of page