top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Período chuvoso reforça atenção ao combate ao Aedes aegypti, destaca Secretaria Municipal de Saúde

Por Roberta Oliveira


O Aedes aegypti é uma grande preocupação no período chuvoso. Água parada favorece a reprodução do mosquito, que pode ser o transmissor da dengue, zika e Chikungunya. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde reforça o combate e as orientações de prevenção.

Em Juiz de Fora, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, neste ano, foram 110 casos de dengue confirmados em 191 notificações; e também quatro casos de Chikungunya em 27 notificações.


A supervisora do Programa Municipal de Combate à Dengue, Juliana Marinho, explica quais as prioridades dos agentes de endemias nas vistorias e reforça em que a população deve ficar atenta nas casas.



Juliana Marinho falou sobre as dificuldades para acessar locais fechados ou abandonados e pede apoio da população para que todos os imóveis sejam visitados.



Para denúncias sobre a falta de manutenção em lotes, a Prefeitura reforça que as pessoas devem entrar em contato com a Fiscalização no whatsapp (32) 3690-7984. Para ações de zeladoria, a orientação é acionar o Gabinete de Ação e Diálogo Comunitário, (32) 3690-7241 para ligação ou whatsapp.


Agentes de endemia durante vistoria e combate a criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya Foto: Prefeitura de Juiz de Fora/Divulgação


1 visualização0 comentário

コメント


bottom of page