Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .

  • Radio Catedral

Paróquia Santa Teresinha prepara festa de sua padroeira

Por Fabíola Castro



No próximo dia 1º de outubro, a Igreja celebra Santa Teresinha do Menino Jesus, intercessora dos missionários, também invocada sob o título de Santa Teresinha da Sagrada Face.


Em Juiz de Fora, na Paróquia Santa Teresinha, localizada no Bairro Santa Terezinha, a novena que prepara a festa de sua padroeira teve início no domingo (22), e será realizada sempre às 19h, com a Santa Missa, até 30 de setembro.


O pároco, Padre Everaldo José Sales Borges, comenta sobre essa preparação.

Padre Everaldo conta que as reflexões neste ano celebram também a devoção de Santa Teresinha a Nossa Senhora do Sorriso.

Celebrar Santa Teresinha, segundo Padre Everaldo, é poder contemplar a sua vida em sintonia com as situações da vida das pessoas, com momentos bons e ruins.

Para a data dedicada a Santa Teresinha, conhecida ainda como a Santa das Rosas, em 1º de outubro, celebrações festivas serão realizadas ao longo do dia.

Padre Everaldo convida a todos para as festividades.

A Igreja Santa Teresinha fica na Avenida Rui Barbosa, s/n - Bairro Santa Terezinha.


Santa Teresinha*


Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face, oferecia a Deus todos os gestos e sacrifícios, do menor ao maior, pela salvação das almas e na intenção da Igreja. “Não quero ser santa pela metade, escolho tudo”.


Ela nasceu na França em 1873 e morreu no ano de 1897. Santa Teresinha não só descobriu que no coração da Igreja sua vocação era o amor, como também sabia que o seu coração – e o de todos nós – foi feito para amar. Nascida de família modesta e temente a Deus, seus pais, Luís e Zélia, tiveram oito filhos antes da caçula Teresa. Ela entrou com 15 anos no Mosteiro das Carmelitas em Lisieux, com a autorização do Papa Leão XIII. Sua vida se passou na humildade, simplicidade e confiança plena em Deus.


O mais profundo desejo do coração de Teresinha era ter sido missionária “desde a criação do mundo até a consumação dos séculos”. Morreu de tuberculose, com apenas 24 anos, no dia 30 de setembro de 1897 dizendo suas últimas palavras: “Oh!…amo-O. Deus meu,…amo-Vos!”


Após sua morte, aconteceu a publicação de seus escritos, a chuva de rosas, de milagres e de graças de todo o gênero. A beatificação ocorreu em 1923, a canonização em 1925 e foi declarada “Patrona Universal das Missões Católicas” em 1927, todos esses, atos do Papa Pio XI. Em 19 de outubro de 1997, o Papa São João Paulo II proclamou Santa Teresa do Menino Jesus e da Sagrada Face, doutora da Igreja.





*Fonte: santo.cancaonova.com