top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Outubro Rosa: mamografia e preventivo são oferecidos gratuitamente em JF

Por Danielle Quinelato


O "Bendita Saúde" desta quinta-feira (13) falou sobre o Outubro Rosa, conhecido mundialmente como um mês marcado por ações afirmativas relacionadas à prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. O movimento é celebrado anualmente desde os anos 90.


O objetivo da campanha é compartilhar informações sobre o câncer de mama e, mais recentemente, o câncer do colo do útero, promovendo a conscientização sobre as doenças, proporcionando maior acesso aos serviços de diagnóstico e contribuindo para a redução da mortalidade.


Câncer de mama


Esse é o tipo que mais acomete mulheres em todo o mundo, tanto em países em desenvolvimento quanto em países desenvolvidos. O câncer de mama também ocupa a primeira posição em mortalidade por câncer entre as mulheres no Brasil, sendo que as maiores taxas de incidência e de mortalidade estão nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.


A gerente de enfermagem do Hospital Ascomcer, de Juiz de Fora, Adriana Barcelos, falou à Rádio Catedral sobre as principais formas de prevenção e diagnóstico. Confira:


Como a mulher pode perceber a doença? O quanto é importante fazer o autoexame da mama?


Além do autoexame, quais são os outros cuidados que as mulheres devem tomar? A mamografia, por exemplo, quando ela passa a ser necessária?


Por que a faixa etária entre 50 a 69 anos é indicada para o início da mamografia?


Quando essa necessidade de fazer a mamografia começa mais cedo?


É verdade que a amamentação ajuda a prevenir o câncer de mama?


E os homens, podem ter câncer de mama?


Neste mês de outubro, dedicado ao Outubro Rosa, a Ascomcer está oferecendo mamografias gratuitas para mulheres entre 50 e 69 anos. O agendamento dos procedimentos pode ser feito diretamente pelo 3025-4842, de 13h às 16h.


Câncer de colo de útero


O câncer de colo de útero é causado pela infecção persistente de alguns tipos de HPV (vírus do papiloma humano). Conhecido também como câncer cervical, esse é o terceiro mais frequente na população feminina e ocupa a terceira posição nas causas de mortes de mulheres, por câncer, no país.


O câncer do colo do útero é lento e pode não apresentar sintomas visíveis na fase inicial. A detecção precoce, através do exame preventivo, é crucial para identificar os primeiros sinais da doença. O Consultório de Enfermagem do Centro Universitário Estácio Juiz de Fora realiza, gratuitamente, esse exame, também conhecido como papanicolau.


Segundo a enfermeira responsável pelo atendimento nessa clínica, Eveline Silva, a agenda para a realização desses exames está aberta.


Ela ainda explicou como esse exame é realizado.


Seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde, toda mulher que tem ou já teve vida sexual deve submeter-se ao exame preventivo para rastreio do câncer do colo do útero, especialmente as que têm idade entre 25 e 64 anos. Após dois exames anuais consecutivos com resultados normais, a rotina do rastreamento passa a ser trienal, ou seja, de três em três anos. É importante ressaltar que em casos de queixas ginecológicas a mulher é orientada a buscar o serviço de saúde, independente do tempo do último exame preventivo.


Eveline Silva falou sobre o procedimento seguido pelo Consultório de Enfermagem após o exame preventivo.


Vale destacar que as vacinações contra o HPV e a realização do exame preventivo se complementam na prevenção desse tipo de câncer e reduzem o risco de ter a doença. No SUS, a vacinação está disponível gratuitamente às meninas de 9 a 14 anos, e aos meninos de 11 a 14 anos.


Eveline Silva explicou como funciona o Consultório de Enfermagem da Estácio.


Segundo a enfermeira, o atendimento é feito à noite no local.


Para agendar o atendimento o paciente pode entrar em contato através do WhatsApp (32) 3249-3609. O horário de funcionamento é das 18h às 22h, de segunda a sexta no Campus do Centro Universitário Estácio Juiz de Fora. O endereço é Av. Presidente João Goulart, 600, sala 118, Bairro Cruzeiro do Sul.

23 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page