• Radio Catedral

Nossa Senhora das Graças ou da Medalha Milagrosa é celebrada neste sábado (27)

Por Fabíola Castro


Neste sábado, 27 de novembro, a Igreja celebra Nossa Senhora da Graças, invocada também sob o título de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa.


“Fazei cunhar uma medalha conforme este modelo. Todos os que a usarem, trazendo-a ao pescoço, receberão grandes graças. Estas serão abundantes para aqueles que a usarem com confiança”, disse Nossa Senhora a Santa Catarina Labouré, Irmã da Congregação das Filhas da Caridade, em sua aparição, no dia 27 de novembro de 1830.


De um lado da medalha deveria estar escrito “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós” e do outro a letra “M” com uma cruz com uma barra em sua base, a qual atravessa a letra. Embaixo, o coração de Jesus, circuncidado com uma coroa de espinhos, e o coração de Nossa Senhora, transpassado por uma espada. Ao redor doze estrelas.


Em 1832, o Bispo de Paris autorizou a cunhagem da medalha e assim se espalhou pelo mundo inteiro. Inicialmente a medalha era chamada “da Imaculada Conceição”, mas quando a devoção se expandiu e se produziram muitos milagres, foi chamada “Medalha Milagrosa”, como é conhecida até nossos dias.


O Padre Everaldo José Sales Borges fala sobre essa devoção à Mãe de Jesus, que é portadora das graças e caminho até seu filho.

Em Juiz de Fora, na Comunidade Nossa Senhora das Graças, do Bairro homônimo, pertencente à Paróquia Santa Teresinha, as celebrações neste sábado, começam logo cedo. Haverá Missas às 8h, 10h, 12h, 15h, 17h e 19h30.

A Santa Missa das 19h30, poderá ser acompanhada também pelo Youtube da Paróquia Santa Teresinha.


Padre Everaldo deixa uma bênção aos ouvintes e devotos de Nossa Senhora das Graças.

A Capela Nossa Senhora das Graças fica na Rua Aníbal Alves, 163 – Bairro Nossa Senhora das Graças.


Clique aqui e confira a programação festiva em outras comunidades e paróquias de Juiz de Fora e do interior da Arquidiocese.

0 comentário