top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Festival Primeiro Plano 2022 está com inscrições abertas e de volta ao modo presencial

Por Fabíola Castro


Após dois anos sendo realizado virtualmente, o Primeiro Plano – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades está de volta ao modo presencial e as inscrições estão abertas para a edição 2022. A previsão é que o evento ocorra em novembro, em local ainda a ser definido, conforme a organização.


Cineastas estreantes de Juiz de Fora e Zona da Mata, e de países da América do Sul, podem inscrever seus trabalhos até o dia 31 de agosto, pela internet, como fala a diretora de comunicação do Festival, Marília Lima.


  • Clique aqui para inscrição.


A 21ª edição do Primeiro Plano é dividida em duas mostras competitivas, além de exibir filmes inéditos do circuito brasileiro e sul-americano e promover dias de oficinas e debates sobre produção audiovisual com profissionais renomados do mercado.


Na Mostra Competitiva Regional, voltada a estudantes, os filmes selecionados concorrerão a um prêmio de R$ 10 mil. O vencedor ainda terá acesso a serviços de parceiros para a finalização de um novo curta, de até 20 minutos, que será exibido na edição 2023 do Primeiro Plano. Para participar desta mostra, o cineasta estreante deverá ser residente em Juiz de Fora ou na Zona da Mata.


E na Mostra Competitiva Mercocidades o público-alvo são diretores estreantes de qualquer país da América do Sul. Para ambas as categorias, os candidatos deverão preencher um formulário on-line, já disponível no site do evento. Poderão concorrer trabalhos finalizados a partir de janeiro de 2021, desde que não tenham como finalidade a divulgação de empresas e/ou instituições. A duração máxima da exibição não poderá passar dos 25 minutos.


No caso de apresentação do filme em DVD, este deverá ser entregue ou postado para a Avenida Itamar Franco 728/503 – Centro de Juiz de Fora – CEP 36010-020, até o dia 20 de agosto.


Apesar das dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19, o Primeiro Plano não deixou de acontecer nos dois últimos anos. Adaptado, o festival contou com exibições de filmes – muitos deles gravados durante o período de confinamento – e das oficinas temáticas que são a marca do Primeiro Plano. A diretora de comunicação do Festival, Marília Lima comenta sobre a expectativa de retorno.


Segundo Marília Lima, com o formato virtual do festival durante a pandemia, a experiência foi positiva e pode ser que o evento seja realizado em formato híbrido, ou seja, on-line e presencial.


Na mostra Mercocidades, os filmes concorrem aos prêmios regulares de um festival. Entre as categorias, estão direção, som, fotografia, montagem, atuação, trilha musical, direção de arte e melhor filme. A avaliação será feita por um júri especializado, além do júri popular, formado pelos espectadores.


A Mostra Regional distribuirá três prêmios: o Melhor Filme pelo júri popular; o Luzes da Cidade – com avaliações dos diretores participantes da Mostra Mercocidades -, com prêmio de R$ 1.000; e o Incentivo Primeiro Plano, voltado ao melhor curta-metragem desenvolvido por universitários matriculados em instituições de ensino superior de Juiz de Fora. O prêmio para esta categoria é de R$ 10 mil para a realização de um novo filme.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page