top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Eleições 2022: Analista Judiciário do TRE-MG dá orientações ao eleitor para o dia da votação

Por Fabíola Castro


No domingo dia 2 de outubro, os eleitores vão às urnas para o primeiro turno das eleições 2022, onde irão escolher os candidatos à Deputado Federal, Deputado Estadual, Senador e seus dois suplentes, Governador e Vice-Governador e Presidente e Vice-Presidente da República. Uma das novidades nas Eleições 2022 é a unificação do horário de votação em todo o país. Pela primeira vez, todas as seções eleitorais funcionarão das 8h às 17h do horário de Brasília. Ou seja, cidades em fusos diferentes devem se adequar ao horário da capital federal. A mudança é decorrente de uma decisão do Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de dezembro de 2021 e incluída na Resolução TSE nº 23.669.

O Analista Judiciário do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), Eduardo Braga, traz algumas orientações básicas aos eleitores.


Segundo Eduardo Braga, como são muitos candidatos para serem votados e com muitos números, os eleitores podem levar uma 'colinha' anotada em um papel, destacando que o celular não é permitido na cabine de votação.


Eduardo Braga reforça a orientação quanto ao uso do celular no dia da votação.


Uma das possibilidades para o dia da votação é a utilização da biometria, porém, segundo o Analista Judiciário, Eduardo Braga, ela não será obrigatória e quem não fez esse procedimento poderá votar normalmente.


É muito importante que o eleitor procure saber antecipadamente o seu local de votação para evitar transtornos e deslocamentos desnecessários.


O voto é obrigatório para pessoas entre 18 e 69 anos e facultativo para jovens de 16 e 17 anos, pessoas a partir dos 70 anos e pessoas analfabetas. Quem tem o voto obrigatório e não puder ir votar deverá justificar sua ausência às urnas.


Eduardo Braga explica ainda como fazer a justificativa para aquele eleitor que vai estar fora do seu domicílio eleitoral.


Quanto às manifestações no dia da votação, Eduardo Braga, ressalta que devem ser silenciosas e individuais.


Minas não terá Lei Seca nas Eleições


Minas Gerais não irá adotar a Lei Seca nas eleições de 2022 e a venda de bebidas alcoólicas não será proibida no estado. O impedimento da comercialização, comum em anos anteriores, é uma medida facultativa. O Poder Executivo de Minas Gerais informou que a medida vale para o dia 2 de outubro, em primeiro turno, e 30 de outubro, na hipótese de segundo turno.

Mais de 400 mil juiz-foranos podem ir às urnas


No domingo, mais de 400 mil juiz-foranos aptos a votar são esperados para a votação. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, são 418 mil 213 eleitores no município. A maioria, 55%, é formada por mulheres. Por faixa etária, 39.940 votantes tem entre 40 e 44 anos, seguidos pelos 39.310 eleitores entre 30 e 34 anos. No estado, são 16.290.870 mineiros que poderão ir às urnas. Nos extremos das faixas etárias, que não estão obrigados a votar, 3.746 eleitores entre 16 e 17 anos tiraram o título para participar das eleições pela primeira vez e outros 1.287 eleitores com 100 anos ou mais podem comparecer às urnas. Pelo grau de instrução, o maior grupo é formado pelos eleitores com ensino médio completo - 120.741, o que corresponde a 28,87%. Além disso, estão cadastrados 6.388 eleitores analfabetos, 1,53% do total. Juiz de Fora tem 1.319 seções eleitorais em 184 locais de votação que pertencem a quatro zonas eleitorais. Destas seções, 175 são com acessibilidade, para receber as 2.285 pessoas com deficiência que estão cadastradas para votar, segundo os dados do TSE.


Simulador de Votação: clique aqui.

Site Tribunal Superior Eleitoral (TSE): clique aqui.

Site do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG): Clique aqui.

Disque-Eleitor: 148 ou (31) 2116-3600.

Chatbot do TSE - WhatsApp: http://wa.me/556196371078.

29 visualizações0 comentário

Komentarze


bottom of page