top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Estudo desenvolvido na UFJF recruta voluntários para programa de controle do diabetes

Por Fabíola Castro


O Projeto Diabetes College Brasil, estudo multicêntrico realizado pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Instituto de Reabilitação de Toronto, no Canadá, está recrutando voluntários com diagnóstico de diabetes ou pré-diabetes para um programa de exercícios físicos sistematizado, associado à educação em saúde.


O Brasil é o sexto país em incidência de diabetes no mundo e o primeiro na América Latina: são 15,7 milhões de pessoas adultas com essa condição, e a estimativa é que, até 2045, a doença alcance 23,2 milhões de adultos no país. No âmbito global, a doença acomete mais de 537 milhões de adultos com idade de 20 a 79 anos, representando 10,5% da população nessa faixa etária. Os dados são do Atlas do Diabetes 2021, divulgado pela Federação Internacional de Diabetes (IDF).


A coordenadora geral deste estudo no Brasil é a Professora Lilian Pinto da Silva da Faculdade de Fisioterapia da UFJF. E a coordenadora do Centro de Pesquisa Juiz de Fora do Diabetes College, Ana Paula Batalha, em entrevista para o quadro "Bendita Saúde" desta quinta-feira, 2, explicou sobre a pesquisa e quem pode participar.


Confira:


Sobre a pesquisa “Efeitos da reabilitação associada a uma intervenção educativa no conhecimento e mudança de comportamento em pré-diabéticos e diabéticos: estudo multicêntrico” o que é e qual o seu objetivo?


Falando sobre o Diabetes, como a doença se caracteriza? Existe o diabetes tipo 1 e 2. Qual a diferença?


Como se chega a esse diagnóstico? Quais sintomas a pessoa precisa observar para então buscar ajuda médica?


Quanto à pesquisa, como ela será desenvolvida?


Quem for participar de forma presencial onde será e quem pode participar?


Como as pessoas fazem para se inscrever no projeto?


Essa carta de liberação médica seria dada pelo médico que acompanha o paciente?


Até quando as pessoas podem se inscrever para participar do estudo?


O Diabetes é uma doença que atinge a muitas pessoas e sendo assim, qual a importância desse estudo?


Diabetes não tratada é uma doença muita séria, por isso, o tratamento correto é importante?


Considerações finais.



Então, nesse estudo os participantes terão a oportunidade de aprender a se exercitar na forma e na intensidade corretas para controlar o Diabetes e manter uma vida mais ativa e saudável, com assistência de equipe multidisciplinar de pesquisadores e profissionais capacitados.


Então, as pessoas com diagnóstico de pré-diabetes ou diabetes (tipo 1 ou tipo 2), com mais de 18 anos de idade e que não tenham contraindicação ou limitação para realizar exercício físico podem se candidatar para receber esse tratamento e contribuir com o estudo A pesquisa oferece uma intervenção (tratamento) de 12 semanas, aproximadamente três meses.


Se você se enquadra nos critérios ou conhece alguém que tem disponibilidade e interesse em participar como voluntário, entre em contato pelo Whatsapp (32) 99870-0102.



5 visualizações0 comentário
bottom of page