top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Dia Mundial do Queijo: Nutricionista destaca aqueles para consumo diário e os mais calóricos

Atualizado: 23 de jan. de 2023

Dia Mundial do Queijo é celebrado em 20 de janeiro. Juiz de Fora terá programação especial para lembrar o dia desta iguaria.


Por Fabíola Castro



Nesta sexta-feira, 20 de janeiro, é celebrado o Dia Mundial do Queijo. Paixão mineira, que se estende ao nacional e mundial, o queijo é um alimento para os mais variados gostos, paladares e bolsos. O produto, nos últimos meses vem sofrendo alta de preço devido à instabilidade também no preço do leite, sua matéria-prima.


Esse item pode fazer parte de uma alimentação mais saudável, se forem consumidos consumir aqueles menos calóricos, menos gordurosos, juntamente com uma alimentação balanceada e natural.


A Professora de Nutrição da Estácio, Marcia Bianca Sales, explica sobre esse alimento tão presente nas mesas, seja no café, nos petiscos ou nos mais variados pratos e receitas, além dos queijos mais indicados para consumo diário e também aqueles mais calóricos que devem ser consumidos com moderação.


Confira:


Do ponto de vista nutricional, quais queijos mais indicados para consumo diário?


Quais são os queijos mais calóricos e que não devem ser consumidos diariamente?


Para quem é vegano e não consome produtos de origem animal, como o leite, produto do qual é produzido o queijo, há opções de queijos nesse sentido?


Então, seriam os queijos feitos artesanalmente os mais saborosos e nutritivos no caso de quem não come os produzidos do leite animal?


Em relação aos queijos mais em conta quais seriam aqueles mais indicados e que podem ter consumo diário?


Um produto genuinamente mineiro, o queijo é uma das principais referências da identidade cultural do estado. A iguaria, que é sinônimo de tradição, gera emprego, renda, estimula o turismo e é admirada no Brasil e exterior. O Queijo Minas Artesanal é feito em pequenas propriedades rurais, com receitas familiares passadas de geração em geração.


Atualmente, são produzidas no estado cerca de 34 mil toneladas de queijo artesanal por ano e 14 mil toneladas de queijos não artesanais da agroindústria familiar. A cadeia produtiva de queijo em Minas é responsável por 40% da produção nacional.


O modo artesanal de produção mineira já é patrimônio imaterial brasileiro, mas, agora, os Modos de Fazer o Queijo Minas Artesanal podem se tornar Patrimônio Imaterial da Humanidade.



Dia mundial do queijo terá visita guiada e feira dos produtores em JF


Em comemoração ao Dia Mundial do Queijo, nesta sexta-feira, 20 de janeiro, a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) organizou uma visita guiada à Casa do Queijeiro, uma das queijarias mais tradicionais da cidade e que funciona também como escola para a formação de profissionais queijeiros. A visita será realizada às 10h e faz parte do projeto “Caminhando pela História”. As 20 vagas oferecidas, por meio de formulário eletrônico, já foram preenchidas.


A programação começa com a visita à Casa do Queijeiro, na Rua Paracatu, 1.000, bairro Bandeirantes. Os participantes percorrerão as instalações e verão todas as etapas da produção de queijos.


No mesmo dia, a partir das 14h, será aberto no Espaço Cidade, na Avenida Rio Branco, 2234, Centro, a feira dos produtores que integram o Arranjo Produtivo Local (APL) do Queijo Minas Caminho Novo. O evento se estende até sábado, 21, das 10h às 14h.


Confira a programação:

Sexta-feira

10h - Visita à Casa do Queijeiro (Rua Paracatu, 1.000, Bandeirantes)

Espaço Cidade (Avenida Rio Branco esquina com Parque Halfeld)

14h - Abertura da programação especial do Dia Mundial do Queijo

14h30 - Mostra de Queijo Minas dos produtores que integram o Caminho Novo

16h às 18h - Feira dos produtores de Queijo e Cerveja artesanal da região

Sábado

10h às 14h - Feira dos produtores de Queijo e Cerveja artesanal da região

17 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page