top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Defesa Civil de JF faz alerta para população ter cuidado com áreas de risco durante e após as chuvas

Após muita chuva em Juiz de Fora, em apenas 48 horas, reparos e limpezas são necessários na cidade. Segundo Defesa Civil não houve nenhum registro com gravidade.


 Por Rádio Catedral



Juiz de Fora registrou, em 48 horas, 155mm de chuva, 91% do volume esperado para o mês. De acordo com a Prefeitura foi preciso agir com vistorias, limpeza e recolhimento de árvores em vias afetadas. Foi montada também a Sala de Situação Integrada na PJF, com servidores da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.

 

Até às 11h30, desta sexta-feira (16), a Defesa Civil registrou 44 ocorrências em função da chuva desta última quinta-feira (15), sendo 26 escorregamentos de solo. Dessas ocorrências, cinco foram registradas nesta manhã. A maioria das ocorrências foram na Zona Leste (20 delas). Nenhuma situação de gravidade, segundo a Defesa Civil.

 

Alerta de segurança em caso de chuvas intensas


A Defesa Civil adverte sobre potenciais riscos de alagamentos, transbordamentos de rios e deslizamentos de encostas em áreas de risco. A população deve ficar atenta para indícios de ameaça de deslizamentos, como o surgimento de novas trincas ou fissuras nas moradias e trincas e movimentação de solo nos terrenos.


Quem estiver em local seguro, deve permanecer até o fim da chuva intensa. Se for sair, planeje com antecedência o trajeto.


A Defesa Civil pede que as pessoas evitem transitar em áreas alagadas e próximas a córregos, canais e rios.


Em caso de rajadas de vento, não se deve procurar abrigo debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e, também, não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Caso esteja dentro de um veículo durante alagamentos ou inundações, a atitude mais prudente é parar o carro e aguardar a água diminuir.

 

Alertas pelo celular


Os moradores de Juiz de Fora podem receber os alertas por SMS ou WhatsApp. Basta enviar uma mensagem de texto para o número 40199 informando o CEP da residência ou mensagem de WhatsApp para o número (61) 2034-4611. O serviço é totalmente gratuito. A população também pode acompanhar os alertas e as recomendações da Defesa Civil por meio do Instagram @defesaciviljf.


Em caso de emergência, a Defesa Civil deve ser acionada pelo telefone 199. A equipe trabalha 24 horas.


Plano de Contingência


O Plano de Contingência para o período chuvoso, que é atualizado anualmente, estabelece um conjunto de medidas que devem ser colocadas em ação em casos de emergência. O Plano envolve diversos órgãos. Com a ação em conjunto e planejada, o município responde com mais rapidez às demandas emergenciais. Diante da chuva intensa, a PJF implantou, em parceria com o Corpo de Bombeiros, a Sala de Situação Integrada, que permite que as ocorrências sejam analisadas em conjunto e o deslocamento das equipes seja feito de forma estratégica. 


Ocorrências das última chuvas


Durante o fim da tarde e a noite desta quinta-feira, 15, equipes do Demlurb atuaram com serviços de limpeza nas seguintes vias: ruas Benjamin Guimarães e Prof. Violeta Santos, no bairro Democrata; na Avenida Feliciano Pena e ruas Mariano Procópio e Dr. Duarte de Abreu, no bairro Mariano Procópio; Rua Diva Garcia; Rua Vitorino Braga; e Rua Lemos Monteiro, no bairro de Lourdes. As operações de limpeza seguem nesta sexta-feira, 16, na Rua Francisca Bechlluft Santos no bairro N. S de Lourdes; na Rua Vitorino Braga e na Av. Diva Garcia, no Linhares. 


Já a Empresa Municipal de Pavimentação e Urbanidades (Empav) esteve empenhada nas ocorrências relacionadas a quedas de árvores, galhos e ramagens nas vias públicas. Em dois dias foram realizados cerca de 14 atendimentos em bairros como Poço Rico, Vila Ideal, Cascatinha, Carlos Chagas e Santo Antônio.

 

Os agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (SMU) prestaram apoio aos recolhimentos de árvores nas vias, além sinalizarem pontos de alagamento e orientarem o trânsito, realizando os desvios necessários para os veículos - incluindo os ônibus do transporte público.  


A Guarda Municipal, órgão componente do grupo de contingência da PJF, atua em parceria permanente com a Defesa Civil. Como em todas as situações de chuvas, as equipes se deslocam para o monitoramento sistêmico de locais como córrego Humaitá e Santa Luzia, nos Bairros Industrial e Santa Luzia. 

 

Além destes pontos, equipes estiveram no Bairro Democrata para apoio ao trânsito nas imediações da Rua Benjamim Guimarães, bem como no Mariano Procópio, nos pontos críticos das ruas Feliciano Pena, Doutor Duarte de Abreu e Mariano Procópio. O apoio se estendeu ao trabalho de limpeza realizado após a descida do nível das águas.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page