top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Colégio Stella Matutina comemora 120 anos de atuação pela educação humanista em Juiz de Fora

Por Roberta Oliveira

Colégio Stella Matutina comemorou 120 anos de fundação Foto: Divulgação

Nesta última quinta-feira, 8 de setembro, o Colégio Stella Matutina, comemorou 120 anos de fundação. Uma cerimônia presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira na escola marcou a data.


Além de ser uma das instituições católicas de ensino de Juiz de Fora, destacou-se pelo trabalho junto à educação feminina e por um marco importante na consolidação da Igreja Católica na cidade, caminho que levou à criação da Diocese em 1924.


A estrela antes da Diocese


O Arcebispo Dom Gil Antônio Moreira explicou que o Bispo de Mariana, Dom Silvério Gomes Pimenta, encaminhou várias congregações para Juiz de Fora, por considerar importante para o desenvolvimento da cidade.


Ele destacou a relevância da presença das congregações para a formação da Diocese de Juiz de Fora, que completa 100 em 2024.



Stella Matutina de Juiz de Fora, instituição pioneira


O dia 8 de setembro de 1902 marcou o estabelecimento em Juiz de Fora das primeiras missionárias da Congregação das Irmãs Missionárias Servas do Espírito Santo. As irmãs Walburgis, Lourença. Regina, Bonifácia, Córdula e Crescência deram origem à Província Stella Matutina.

A diretora da rede de educação Missionária Serva do Espírito Santo e diretora geral da escola, irmã Maria de Fátima Marques de Oliveira, comenta que o Stella Matutina foi o ponto de partida do trabalho educacional da congregação no país.


O provincial dos Missionários do Verbo Divino, Padre Carlos Vieira Lima, destacou que a educação foi uma das bases do fundador das congregações dos Missionários e também das Servas, Santo Arnaldo Janssen e segue em prática em instituições como o Stella Matutina.


Colégio Stella Matutina em foto de 6 de agosto de 1977 ainda na Avenida Rio Branco Foto: João Batista de Araújo/Blog Maria do Resguardo

Formação humanista


No início, o Stella Matutina era um colégio exclusivamente feminino, com internato e externato, em dois endereços na Avenida Rio Branco. O primeiro foi um imóvel perto do Parque Halfeld e em 1917 foi para onde atualmente é o Edifício Stella Central, no quarteirão entre a Avenida Itamar Franco e a Rua Oscar Vidal.


Na década de 1970, novidades: a escola foi transferida para as novas instalações na Avenida Itamar Franco, onde funciona até hoje e abriu turmas mistas.


A diretora educacional Lilian Sedlmayer destacou como os valores humanistas são compartilhados com a comunidade escolar, independente da religião dos estudantes.


O capelão escolar Padre Expedito Lopes de Castro falou sobre o trabalho de direção espiritual que realiza junto à comunidade do Stella Matutina.


O Stella Matutina está com o período aberto para as admissões de novos alunos em 2023. Outras informações estão disponíveis no site oficial da escola.


Foto: Facebook Stella Matutina/Reprodução


72 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page