top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Chuva forte mobiliza Defesa Civil e Corpo de Bombeiros em Juiz de Fora

Por Roberta Oliveira e Fabíola Castro

Equipe do Demlurb lava as ruas no Jardim Esperança após a forte chuva no dia 7 de fevereiro | Foto: PJF/Twitter.

A forte pancada de chuva na tarde de terça-feira, 7 de fevereiro, mobilizou a Defesa Civil e Corpo de Bombeiros em Juiz de Fora e cidades vizinhas.


De acordo com a Defesa Civil, no pluviômetro instalado no bairro Floresta foi registrado volume de chuva de mais de 100 mm em apenas 1h. Isso representa 60% do volume esperado para o mês. O pluviômetro de Ponte Preta registrou 61,53 mm de chuva. Já o pluviômetro do Distrito Industrial registrou 51,0 mm.


O 5º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia em Belo Horizonte registrou ventos de 55,8 km/h ontem, 7, às 15h, em Juiz de Fora.


E atenção: permanece até as 10h de desta quinta-feira, 9, o alerta de tempestade do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para Juiz de Fora e região. Em caso de necessidade, acionar a Defesa Civil pelo 199 e os Bombeiros pelo 193.

Defesa Civil de Juiz de Fora


A Subsecretaria registrou até 8h desta quarta-feira oito ocorrências relacionadas à chuva. Foram cinco alagamentos nos bairros Benfica, Retiro, Santa Cruz, Paula Lima e Floresta; uma de desabamento de muro em Nova Benfica; uma de trinca e destelhamento parcial em Vila Esperança II; e uma de destelhamento parcial no Solidariedade.


Após as fortes chuvas desta terça, dia 7, equipes do Departamento Municipal de Limpeza Urbana atuaram na lavação no bairro Jardim Esperança.


Equipes da Defesa Civil monitoram o nível do Paraibuna e dos córregos. De forma preventiva, a Avenida Lúcio Bittencourt no Bairro Industrial foi interditada.


O subsecretário de Proteção e Defesa Civil, Luís Fernando Martins destacou que o maior volume de chuva se concentrou em duas regiões do município.


Corpo de Bombeiros

Em Juiz de Fora, as quedas de árvores e alagamentos foram as principais ocorrências registradas pelo Corpo de Bombeiros: no bairro Industrial uma árvore caiu sobre um veículo, sem vítimas. No Nova Benfica, uma árvore caiu na rua. Outra atingiu um muro de uma casa no Bairro Araújo. E uma árvore caiu também sobre muro e rede elétrica, com interdição da Rua Deputado Arlindo Leite, no Progresso.


Em Juiz de Fora, na região do Bairro Jardim Esperança, as equipes socorreram doze pessoas que estavam em três casas, em dois comércios e em bairros vizinhos. Elas foram retiradas no bote inflável de ruas onde a água alcançou 1,20 metro de profundidade. Não houve feridos. Depois de 45 minutos, o fluxo de água voltou a correr dentro da calha do riacho do bairro.

Área alagada em Ewbank da Câmara próxima da Escola Estadual.

Os Bombeiros também socorreram pessoas ilhadas em Ewbank da Câmara. Foram vários pontos de alagamento com profundidade entre 1 metro e meio e 2 metros. A ponte de acesso à Escola Estadual Antônio Macedo cedeu e os bombeiros iniciaram a retirada das crianças que foram entregues aos pais. Depois que a água baixou e estava seguro, foi liberado o acesso dos responsáveis para a retirada dos filhos.


Outras ocorrências

Br 040 em Santos Dumont.

Houve registro de inundação em Santos Dumont. Uma queda de barranco, ocasionou a interdição da BR-040 próximo ao acesso sul da cidade. E queda de árvore causou interdição parcial nos KM 779, 790, 795 da BR-040.


Alerta do Inmet para esta quarta, 8


Há previsão de chuva entre 30 e 60 mm/hora ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos de 60-100 km/hora, e queda de granizo.


Há ainda risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos. As orientações para a população é que em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas, além de não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda, não transitar em áreas alagadas e não permanecer em áreas de risco.

5 visualizações0 comentário
bottom of page