top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Casa Mulher Segura de acolhimento para mulheres vítimas de violência será inaugurada em JF

Atualizado: 30 de jun. de 2022

Por Fabíola Castro


Nesta quinta-feira, 30 de junho, será inaugurado em Juiz de Fora mais um local de acolhimento para mulheres que sofreram violência e que será gerido pela ADCUIDAR (Associação de Defesa da Mulher, da Infância, da Adolescência e do Idoso), em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG).


De acordo com a associação, o TJMG atendeu a um projeto criado por ela permitindo o acolhimento temporário de mulheres vítimas de violência doméstica, juntamente com seus filhos, de forma totalmente gratuita.


A “Casa Mulher Segura” será um espaço de acolhimento, proteção e promoção que buscará atender Juiz de Fora e região. A Fundadora e Presidente da ADCUIDAR, Delegada Ione Barbosa, explica como irá funcionar o espaço.


Além da nova casa que será inaugurada, segundo Delegada Ione, há outros pontos de atendimento às mulheres vítimas de violência espalhados pela cidade.


Atendimentos da associação nos bairros

A ADCUIDAR possui pontos estratégicos de atendimento nos bairros, onde as mulheres podem ter acesso à:



-Solicitação de medida protetiva;

-Encaminhamento jurídico;

-Atendimento psicológico;



Os atendimentos acontecem aos sábados, de 8h30 às 11h30, nos endereços que estão na imagem.




Estar segura para denunciar a violência

Delegada Ione destaca a importância da disponibilização desses locais de apoio, proteção e cuidado.


Além do atendimento inicial, segundo Delegada Ione, existem parcerias para que as mulheres atendidas possam ser encaminhadas ao mercado de trabalho.


Segundo dados divulgados pela ADCUIDAR, em Minas Gerais, mais de 200 mil denúncias são registradas anualmente por mulheres vítimas de violência doméstica. Porém, o dado ainda mais alarmante é o das subnotificações: casos em que a vítima não consegue chegar a denunciar (estima-se que os registros representam aproximadamente metade dos casos).


A “Casa Mulher Segura” ficará localizada na Avenida Olegário Maciel, 167, bairro Santa Helena, em Juiz de Fora e terá horário de funcionamento de 9h às 18h. Os atendimentos começam na próxima segunda-feira (4).




212 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page