• Radio Catedral

Câncer: prevenção é o melhor remédio

Por Fabíola Castro


No último dia 27 de novembro foi celebrado o Dia Nacional de Combate ao Câncer. O Câncer é caracterizado por um grande grupo de doenças que pode afetar qualquer parte do corpo. Outros termos utilizados são tumores malignos e neoplasias. Uma característica que define o câncer é a rápida criação de células anormais que crescem além de seus limites habituais e podem invadir partes adjacentes do corpo e se espalhar para outros órgãos, processo referido como metástase. A metástase é a principal causa de morte por câncer.


De forma geral, entre 60% e 68% dos tipos de câncer já têm cura. Alguns tipos chegam a 100%. O grande desafio atualmente é, além de aumentar mais ainda a porcentagem de cura, evitar que o paciente tenha sua qualidade de vida comprometida pelas reações aos medicamentos do tratamento, visando a sua recuperação e qualidade de vida.


De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer é a segunda doença que mais mata no mundo, com cerca de 9,6 milhões de óbitos por ano e, nos próximos 25 anos, passará a ser a primeira. O último relatório da OMS sobre projeção de tumores mostra o surgimento de 12,4 milhões de novos casos por ano. No Brasil, segundo informações do Instituto Nacional do Câncer (INCA), esse número é de mais de 600 mil.


Segundo dados da Secretaria de Saúde de Juiz de Fora até outubro deste ano, foram realizados 512 diagnósticos de câncer e, atualmente, aproximadamente 4 mil pessoas fazem tratamento através da rede de saúde da cidade. O câncer de próstata é o de maior prevalência na população masculina e o de mama e colorretal na feminina.


Diante desses dados, falar sobre prevenção é muito importante! Por isso, no Bendita Saúde desta terça-feira (30), a Gerente de Enfermagem do Hospital Ascomcer em Juiz de Fora - que trata pacientes com câncer-, Adriana Barcelos, falou sobre a importância da prevenção.


Confira:


Qual a importância da prevenção, de se falar de prevenção, não apenas em datas específicas, como no Dia Nacional de Combate ao Câncer, mas sempre, durante todo o ano?


De acordo com a OMS, o câncer é a segunda doença que mais mata no mundo e também no Brasil, e ainda é uma enfermidade que muitas pessoas se assustam ao ouvir falar, não gostam de falar sobre, e isso pode dificultar, que nessas situações, a pessoa procure atendimento, faça a prevenção? O medo do diagnóstico pode afastar as pessoas do consultório médico, do serviço de saúde e prejudicar assim o diagnóstico precoce e a cura?


Quando falamos de prevenção ao câncer de forma geral, o que fazer?


O câncer não tem uma causa única, pode haver a predisposição genética, mas comportamentos de vida não saudáveis, sedentarismo, também aumentam o risco para a doença? São diversos fatores?


No Hospital Ascomcer quais tipos de câncer são mais tratados e como é esse tratamento?


Durante a pandemia como ficaram os atendimentos e tratamentos relativos aos pacientes com câncer?


Para finalizarmos, quais seriam as suas considerações?


Para a prevenção de doenças, os hábitos saudáveis, evitar o sedentarismo e modificar hábitos alimentares são muito importantes. Outro fator importante é evitar a exposição direta da pele ao sol, e sempre utilizar protetor solar. Além desses cuidados, realizar periodicamente os exames que podem detectar a presença de qualquer alteração no organismo.


Algo comum a quase todos os assuntos tratados no quadro Bendita Saúde e que é uma das formas mais importantes de prevenção está na alimentação saudável, na prática regular de exercícios físicos, enfim, nos hábitos de vida mais saudáveis. Alguns profissionais da saúde em entrevista ao Bendita Saúde já ressaltaram que precisamos "descascar mais os alimentos e desembrulhar menos"! Às vezes, pode não ser fácil, manter todos esses cuidados, mas precisamos tentar achar um equilíbrio pelo bem da nossa saúde!



*Com informações do site da Organização Pan-Americana de Saúde.

0 comentário