• Radio Catedral

Audiência pública na Câmara de Juiz de Fora discutirá o tema “velhice não é doença”

Por Fabíola Castro

*Foto: Mabel Amber / Pixabay.

A Câmara Municipal de Juiz de Fora realiza nesta terça-feira, dia 28, às 15h, uma Audiência Pública para discutir o tema “Velhice não é doença”. A temática será debatida após a Organização Mundial da Saúde (OMS) informar que em janeiro de 2022 entrará em vigor a nova edição da Classificação Internacional de Doenças, a CID 11, publicada pela Organização e que irá incluir a velhice como doença.


Muito ligado aos temas da terceira idade, o Assistente Social e Gerontólogo, membro da Comissão de Defesa dos Diretos da Pessoa Idosa, José Anísio Silva, fala do objetivo da discussão do tema em Audiência Pública.


No Brasil, é considerada idosa uma pessoa a partir dos 60 anos e ao mesmo tempo em que pretende incluir a velhice como doença na Classificação Internacional, a OMS definiu a década de 2020 a 2030 como do envelhecimento ativo e saudável, como recorda José Anísio Silva.


O Gerontólogo, José Anísio, destaca que o tema do envelhecer precisa ser mais discutido, seguido de ações que de fato valorizem esse período da vida do ser humano.


A Audiência Pública tem autoria da Comissão de Defesa dos Diretos da Pessoa Idosa e da Comissão de Saúde Pública e Bem Estar Social, ambas da Câmara Municipal, como explica José Anísio Silva.

As discussões sobre o tema “Velhice não é doença” na Câmara Municipal de Juiz de Fora podem ser acompanhadas presencialmente ou de forma remota.

A população pode participar através de mensagens pelo WhatsApp da Câmara: (32) 99183-0706. Os questionamentos e sugestões podem ser enviados até 30 minutos após o início da reunião.

A Câmara de Juiz de Fora fica na Rua Halfeld, 955, no Centro.

0 comentário