• Radio Catedral

Arcebispo de Juiz de Fora divulga novas orientações para a Semana Santa


Na manhã desta quinta-feira, 25 de março, Solenidade da Anunciação do Senhor, o Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, divulgou ao Clero novas orientações para as celebrações da Semana Santa. No início do texto, o pastor ressalta que as indicações respeitam às últimas determinações dos governos Estadual e Municipal mediante o aumento do número de casos e mortes por Covid-19, buscando proteger a saúde dos fiéis e garantir a eles o direito de praticar a sua fé.


Para o Domingo de Ramos, Dom Gil deixou os padres decidirem sobre a realização, ou não, de missas presenciais, desde que respeitados os limites de ocupação das igrejas. No caso da Catedral Metropolitana, onde o Arcebispo presidirá a Celebração Eucarística das 10h, será permitida a participação de fiéis até serem completos 20% dos lugares. Além disso, “os fiéis sejam previamente exortados a trazer seus próprios ramos de casa, uma vez que não devem ser distribuídos nas igrejas”, pediu o pastor. Para as paróquias de outros municípios, a indicação é que cada pároco veja com o prefeito o melhor a ser praticado.


Da Segunda-feira Santa ao Sábado de Aleluia, as atividades serão somente transmitidas, sem a participação presencial dos fiéis. Por isso, Dom Gil pede que as paróquias utilizem, o máximo possível, as redes sociais. “O importante é que todos tenham o direito e a oportunidade de acompanharem de seus lares, a Igreja doméstica, às celebrações”, afirmou.


Para a Quinta-feira, a Sexta-feira e o Sábado santos, o Arcebispo de Juiz de Fora dá diretrizes específicas, com a omissão de ritos tradicionais, segundo orientações da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos e da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Além disso, a Missa do Santo Crisma, que reúne todo o Clero na manhã de quinta-feira, foi transferida para o dia 1º de maio, às 9h, na Catedral Metropolitana.


Para o Domingo de Páscoa, Dom Gil pede que haja ao menos uma Missa com participação presencial do povo em cada paróquia. Neste dia, ele estimula o toque festivo dos sinos, anunciando as alegrias pascais. Outro apontamento do pastor diz respeito à não realização de confissões e encenações da Paixão de Cristo durante a semana.


O Arcebispo Metropolitano insiste na ativa participação dos fiéis de suas casas e, assim como em 2020, pede que as janelas, portas e varandas sejam enfeitadas conforme o espírito da Semana Santa: com ramos do próximo domingo (28), com uma cruz ou crucifixo ornado com um pano roxo na Segunda, Terça e Quarta-feira Santas. Na Quinta-feira à noite, o tecido deve ser substituído pelo vermelho. “Podendo estar acompanhado por uma cruz ou crucifixo, recordando a morte redentora de Cristo, o sangue derramado em nosso favor, para a nossa salvação. Assim permaneça até antes da Vigília Pascal, quando deve ser substituído por decoração branca, homenageando a ressurreição do Senhor”.


Por fim, Dom Gil Antônio Moreira deixa uma mensagem de esperança aos arquidiocesanos. “A pandemia continua, mas muito mais forte do que ela é a força da ressurreição do Senhor: a luz benfazeja, a salvação redentora, a vida que renasce. Sejamos alegres, não permitamos que a tristeza invada o nosso coração”.


Confira aqui o comunicado do Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira.

0 comentário

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • 347814db5ead8ece1540a586342c64b7_logo-ds

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .