top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Após denúncias de maus tratos a macacos, Tenente da Polícia Ambiental destaca que é crime

Por Fabíola Castro

*Foto: Depositphotos.

Após o aumento de casos de varíola dos macacos (monkeypox) no país, as ocorrências de ataques contra macacos também começam a aparecer. Na semana passada, o Pelotão de Polícia Militar de Meio Ambiente recebeu denúncia anônima de um idoso, de 75 anos, que estaria envenenando bananas para matar saguis, no Bairro São Benedito, Zona Leste da cidade, como destaca o Comandante do 1º Pelotão de Polícia Militar Ambiental de Juiz de Fora, Tenente Júlio César de Almeida.


Maus tratos ou matar animais, conforme o Tenente Almeida, é considerado crime ambiental (artigo 32 da Lei dos Crimes Ambientais 9.605/98), e quem for flagrado em ações desta natureza pode ser punido.


É muito importante destacar que esses animais não são responsáveis por transmitir a doença, que tem contágio através de contato de humano para humano.


Em um comunicado publicado no mês de junho, a Sociedade Brasileira de Primatologia reforçou que a transmissão da doença chamada de “varíola dos macacos”, apesar do nome, não está associada aos primatas. A entidade também apelou para que não sejam feitas retaliações contra os animais, por medo da doença, já que, além de não transmitirem, os macacos na verdade são sentinelas para a presença de zoonoses que possam impactar a saúde humana. A doença é causada pelo vírus Monkeypox – daí o nome associado aos macacos.

14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page