top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Ansiedade: boa ou ruim?

Por Fabíola Castro

*Imagem do site Minuto Saudável.


A ansiedade está presente em todos os seres humanos e se manifesta das mais variadas formas, em diversas situações boas e ruins. O problema está em quando ela extrapola os limites do saudável e passa a prejudicar o dia a dia da pessoa, podendo caracterizar um transtorno e gerando crises.

 

No longo prazo, a ansiedade intensa e sem tratamento pode interferir no cotidiano e saber identificar uma crise de ansiedade pode ser o primeiro passo para lidar com o problema. Essa manifestação pode gerar alguns sinais físicos no organismo, além de mexer com o emocional.


Para explicar sobre a ansiedade, quando ela se torna um transtorno e pode desencadear crises, no Bendita Saúde desta quinta-feira (15), conversamos com a Psicóloga Sandra Marota.

 

Confira:

 

Primeiramente, o que é a ansiedade?



 

O que é uma crise de ansiedade?



 

Como identificar a chegada de uma crise? É possível? O que acontece nesse momento?



 

Quais podem ser os gatilhos para uma crise de ansiedade?



 

Vivemos hoje em mundo em que as redes sociais fazem parte de uma forma muito intensa da vida das pessoas em vários aspectos. Elas podem influenciar na ansiedade, principalmente quando cria padrões que “deveriam ser seguidos”?



 

O que pode ajudar durante uma crise de ansiedade? E como ajudar a pessoa nesse momento?



 

Quando isso se torna um problema e quando procurar ajuda especializada? Que ajuda seria essa?



 

Para estarmos bem fisicamente, a mente também precisa estar bem! Como disse a Psicóloga, a ansiedade ela tem dois lados, quando ela faz parte dos sentimentos que envolvem nossas ações diárias e não nos prejudica e, claro, a ansiedade que precisa ser avaliada, tratada quando ultrapassa os níveis saudáveis e começam a fazer mal e mexer com nossos sentimentos de forma negativa.


Em um mundo tão agitado, com tudo tão pra ontem, cheio de padrões que “devem” ser seguidos pode-se desencadear transtornos de ansiedade, crises de ansiedade que podem ser muito prejudiciais. Por isso, cuidar e se policiar sempre, entender os nossos limites e capacidades e saber que isso é natural, que cada pessoa tem seu ritmo, é essencial.


64 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page