top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Acordo da PJF com Ministério da Justiça e Segurança Pública prevê atuação integrada em Juiz de Fora

Por Fabíola Castro

*Foto: PJF.

Juiz de Fora foi habilitada para integrar o Sistema Córtex do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). A plataforma abriga informações unificadas, cujo banco de dados é constantemente alimentado pelas forças de segurança públicas federais e estaduais, bem como outros órgãos fiscalizadores. O sistema funciona com a cidade disponibilizando e recebendo acesso a dados, em tempo real, com possibilidade de realizar pesquisas e emitir alertas em segurança pública, como explica a assessora de comunicação da Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania, Luciane Toledo.


Segundo Luciane Toledo o sistema integrado do Ministério da Justiça e Segurança Pública vai contribuir para o trabalho realizado em Juiz de Fora pela Guarda Municipal.


Para aderir ao sistema, a Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) passou por processo de validação junto à Secretaria de Operações Integradas (Siopi), do Ministério da Justiça e Segurança Pública. O Sistema disponibilizado pelo Ministério da Justiça, segundo informado, não gera custos para os integrantes operacionais do Sistema Único de Segurança Pública (Susp), instituído pela Lei Federal nº 13.675/2018, do qual as Guardas Municipais fazem parte. De acordo com o Plano Municipal de Segurança Urbana e Cidadania (Lei 14.242), devem ser ampliados os investimentos e o fomento a parcerias com os demais órgãos e instituições competentes, com vistas ao uso de tecnologia e inovação para a prevenção das violências, uma vez que essas ferramentas visam trazer maior eficiência e qualidade na prestação de serviço, podendo contribuir positivamente para a sensação de segurança da população.

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page