• Radio Catedral

A verdade do Natal: o Menino Jesus

Atualizado: 24 de Dez de 2020

Por Fabíola Castro


O Catecismo da Igreja Católica nos recorda com firmeza e poesia o Nascimento de Jesus e nos inspira a não permitir que ele seja retirado da cena do Natal. Ele é o aniversariante do dia.


E o Catecismo afirma:


"Jesus nasceu na humildade de um estábulo, no seio de uma família pobre. As primeiras testemunhas deste acontecimento são simples pastores. E é nesta pobreza que se manifesta a glória do céu. A Igreja não se cansa de cantar a glória desta noite: 'Hoje a Virgem dá à luz o Eterno e a terra oferece uma gruta ao Inacessível. Cantam-n'O os anjos e os pastores, e com a estrela os magos põem-se a caminho, porque Tu nasceste para nós, pequeno Infante. Deus eterno!'"


O Natal não é o anúncio da comercialização, mas da Boa Nova! Papa Francisco nos alerta na Exortação Apostólica Evangelii Gaudium (Alegria do Evangelho) sobre os perigos do consumo.


Afirma o Santo Padre: "Vamos aceitar o convite de cuidar do Menino-Jesus. Não vamos permitir que o consumismo endureça nossos corações. Se há preocupação em decepcionar as crianças ligando Papai Noel ao consumismo, muito maior deve ser a preocupação com a dessacralização do Natal. Qual é nossa resposta Cristã à proposta do consumismo pagão?"


O Natal do Jesus Menino é daquele que com suas mãos nos acaricia e acolhe nossas esperanças e que valoriza nosso SER e não o TER.


Na Audiência Geral do dia 16 de dezembro, o Papa Francisco desejou “um Natal menos consumista e mais religioso e autêntico”. O Pontífice fez referência à crise mundial vivida em decorrência da pandemia, afirmando que esta pode ser uma oportunidade para "purificar" o modo como vivemos o nascimento de Jesus.

Este ano, nos aguardam restrições e dificuldades, mas pensemos no Natal da Virgem Maria e de São José: não foi 'um mar de rosas'. Quantas dificuldades eles tiveram! Quantas preocupações! Não obstante tudo, a fé, a esperança e o amor os guiaram e ampararam. Que seja assim também para nós!

“Que esta dificuldade também nos ajude a purificar um pouco o modo de viver o Natal, de festejar, saindo do consumismo: que seja mais religioso, mais autêntico, mais verdadeiro”, ressaltou ainda o Santo Padre.

O Natal é uma data a ser vivida em cada dia, fazer Natal todos os dias através de nossas ações, como comenta o Diretor da Rádio Catedral, Padre Antônio Camilo de Paiva.

Vivemos o Natal em um ano totalmente diferente, que foi e está sendo cheio de desafios por conta da Pandemia do novo coronavírus e, Padre Camilo destaca que essa situação veio para nos mostrar que todos precisamos uns dos outros.


0 comentário

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • 347814db5ead8ece1540a586342c64b7_logo-ds

© Criado por Elias Arruda.  Todos os direitos reservados à Rádio Catedral - FM .