top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

"A África não é um país": programação na UFJF reforça a diversidade do continente

Universitários e setores da instituição realizam programação especial nesta quinta, 25 de maio, é o Dia Internacional da África.


Por Roberta Oliveira

Universitários oriundos de países africanos participaram da organização do evento na UFJF Foto: João Guilherme/UFJF

Nesta quinta-feira, 25 de maio, é Dia Internacional da África. Para celebrar a riqueza das 54 nações do continente, a Universidade Federal de Juiz de Fora promove atividades com o tema “A África não é um país!”.


A data é uma referência ao encontro de 32 chefes de estado africanos, na Etiópia, em 1963, resultando na Organização de Unidade Africana (OUA), que passou a se chamar União Africana em 2002.


O Diretor de Relações Internacionais, o professor Anderson Bastos Martins, destacou que a proposta partiu dos universitários para apresentar aos juiz-foranos a diversidade que há nos diversos países do continente africano.



Debate, cultura, gastronomia, representatividade vão nortear a programação que começa às 14h, no prédio da Reitoria, como explica o professor Anderson Bastos Martins.


Uma das organizadoras, a universitária Elfy Deguenon reforça o convite para os juiz-foranos a se unirem nas comemorações do Dia da África na UFJF.



De acordo com a UFJF, participaram da organização alunos incluídos em projetos como o do Programa de Estudantes/Convênio de Graduação (PEC-G), o de Pós-Graduação (PEC-PG), o do Grupo de Cooperação Internacional de Universidades Brasileiras (GCUB).


No total, a UFJF tem 43 alunos representantes de 13 países: Angola, Benim, Cabo Verde, Camarões, Gabão, Guiné Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Namíbia, Nigéria, República do Congo, São Tomé e Príncipe, e Senegal.


Atualmente, dez estudantes vindos de países da África estão na UFJF por conta própria, e outros quatro fazem parte da plataforma on-line disponibilizada pelo Centro de Educação a Distância (CAED).

31 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page