top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Vegetarianismo e veganismo, você sabe o que são?



Vegetarianismo e veganismo, qual a diferença? Para quem decide adotar esse estilo de vida, de alimentação, o que fazer? Como deve ser para não prejudicar a saúde? É preciso ficar atento para se alimentar corretamente e não sofrer com a falta de nenhum nutriente.


O vegetarianismo é um movimento que cresceu muito nos últimos anos no Brasil. Uma pesquisa do Ibope, realizada em 2018, apontava que cerca de 14% da população brasileira é vegetariana, equivalendo a cerca de 29 milhões de pessoas. As motivações para a mudança na alimentação são diversas: desde a preocupação com o bem-estar animal, preservação do meio ambiente e a busca por um estilo de vida mais saudável.


Segundo a Nutricionista e Professora da Faculdade Estácio, Juliana da Silveira Gonçalves, é possível conseguir todos os nutrientes que o corpo necessita em uma dieta vegetariana ou vegana. Mas a transição pode não ser algo fácil, por isso, ela aponta algumas dicas para passar por esta fase com maior facilidade e sem causar riscos à saúde.


Confira:


Qual a diferença entre vegetarianismo e veganismo, entre uma pessoa vegetariana e vegana?


Qualquer pessoa pode ser vegetariana ou vegana?


O que é o movimento “Segunda Sem Carne”?


Se a pessoa tem vontade de se tornar vegetariano ou vegano, como deve ser esse processo?


Então, nesse processo a pessoa precisa buscar a orientação de profissional para que ela não tenha deficiência de vitaminas, nutrientes que são importantes para a saúde?


Como a pessoa que decide ser vegetariana ou vegana deve ficar atenta quanto a não faltar nutrientes no organismo e deve haver alguma forma de suplementação?


Quais são os sinais de falta de nutrientes no organismo?


Quais alimentos que são fontes de cálcio? O leite, por exemplo, é uma boa opção?


O que pode causar a deficiência das vitaminas e quais delas?


Se a pessoa decide por se tornar vegetariana ou vegana, quais são as dicas para ir reduzindo o consumo de carnes ou de produtos de origem animal?


Para algumas pessoas o vegetarianismo, o veganismo pode ser algo novo, algo nunca pensado, mas para outras uma possibilidade, um novo estilo de vida. No Brasil, o consumo de carne e outros produtos como leite, ovos, é algo muito presente no cotidiano das pessoas. Romper essa barreira cultural de uma vez pode não ser fácil, mas se for a decisão da pessoa, a ajuda de uma especialista da área pode ser o começo, sempre pensando na saúde como prioridade.


Sempre, em todos os sentidos da nossa vida e principalmente quando envolve saúde, buscar informações de fontes seguras é o mais importante. Não é diferente falando sobre o vegetarianismo e veganismo, como essa mudança isso influencia no organismo. É muito importante buscar informações seguras e com quem entende do assunto, se a pessoa deseja se tornar adepto deste comportamento.


Além dessas informações que trouxemos no quadro "Bendita Saúde", a Nutricionista indica ainda um documentário que é o “Dieta dos Gladiadores”, disponível nas plataformas de streaming, que fala sobre a nutrição vegetariana esportiva e como é possível manter a saúde aliada a uma dieta livre de proteína animal, se esse for o desejo do indivíduo.



*Sonoras enviadas pela assessoria de comunicação

da Faculdade Estácio de Juiz de Fora.

21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page