• Radio Catedral

Terceira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe começa nesta quarta-feira (9)

por Rádio Catedral


A terceira e última etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começou nesta quarta-feira (9), e vai até 9 de julho. Esta fase abrangerá cerca de 22 milhões de pessoas e serão incluídos na imunização os grupos formados por pessoas com deficiência permanente, pessoas com comorbidades, trabalhadores do transporte coletivo, caminhoneiros, membros das Forças Armadas e membros das Forças de Segurança e Salvamento, além de trabalhadores portuários; funcionários do sistema de privação de liberdade; população privada de liberdade; e adolescentes em medidas socioeducativas.


Em Juiz de Fora, a vacinação para os novos grupos da campanha segue acontecendo em 46 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade durante a manhã, das 8h às 11h, e à tarde, das 13h às 16h.


Os idosos com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses a 6 anos incompletos, trabalhadores da saúde, professores na ativa das redes pública e privada, grávidas e puérperas que não conseguiram ainda se imunizar, podem também receber a vacina da gripe. Além das UBSs, as crianças gestantes e puérperas, podem receber a vacina também no Departamento De Saúde da Mulher da Criança e Adolescente, das 8h às 14h. E os Idosos de 60 anos ou mais também no Departamento de Saúde do Idoso, das 9h às 16h. Até o fim da campanha, a expectativa do Ministério da Saúde é distribuir 80 milhões de doses da vacina influenza trivalente, produzida pelo Instituto Butantan, para imunizar um público-alvo de 79,7 milhões de pessoas. Desse total, até agora, foram alcançados 29,5% do público.


Em Juiz de Fora, parcial levantada na terça-feira (8), mostra que 53,03% do público-alvo foi imunizado contra a Influenza até a segunda etapa da campanha. São 18.939 (56,03%) crianças de seis meses a menores de seis anos; 1.761 (36,35%) gestantes; 257 (32,28%) puérperas; 9.846 (37,20%) trabalhadores de saúde; e 42.069 (58,82) idosos, além de 1.774 professores.


Vacina contra a gripe


A vacina oferecida é a trivalente, capaz de proteger contra os três principais tipos de vírus em circulação: Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B. A imunização previne complicações decorrentes da doença, óbitos e suas consequências sobre os serviços de saúde, além de minimizar a carga da doença, reduzindo os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid -19.


Comprovação

Pessoas com comorbidade ou deficiência permanente devem apresentar receita ou atestado médico datado de, no máximo, 12 meses que comprove a condição, além do documento original com foto, como documento identidade (RG) ou carteira de motorista.


Já os membros das Forças Armadas, bem como das Forças de Segurança e Salvamento, devem apresentar documentação que comprove fazer parte de uma das instituições.


Trabalhadores do transporte coletivo devem levar consigo comprovante de vínculo empregatício ativo, como carteira de trabalho ou contracheque, já os caminhoneiros podem apresentar carteira de trabalho e os autônomos podem apresentar a carteira de motorista C ou D.


Vacinas Influenza x Covid-19


Como a campanha contra a Influenza está ocorrendo paralela à de combate à Covid-19, a orientação é para as pessoas já imunizadas levarem o cartão de vacinação da Covid-19. É preciso um intervalo de, pelo menos, 14 dias entre a aplicação de uma e da outra.


Para quem foi diagnosticado com Covid-19, é recomendado ao menos 30 dias de espera entre o começo dos sintomas ou teste positivo (no caso dos assintomáticos) para receber a vacina.


Confira os locais e horários de vacinação para cada grupo:


Caminhoneiros - Nas UBSs, das 8h às 11h, e das 13h às 16h.


Membros das Forças Armadas - Nas UBSs, das 8h às 11h, e das 13h às 16h.


Membros das Forças de Segurança e Salvamento - Nas UBSs, das 8h às 11h, e das 13h às 16h.


Pessoas com deficiência permanente - Nas UBSs, das 8h às 11h, e das 13h às 16h.


Pessoas com comorbidades - Nas UBSs, das 8h às 11h, e das 13h às 16h.


Trabalhadores do transporte coletivo - Nas UBSs, das 8h às 11h, e das 13h às 16h.


Crianças de 6 meses a 6 anos incompletos - Departamento De Saúde da Mulher da Criança e Adolescente (DSMCA), das 8h às 14h, e nas UBSs, das 8h às 11h, e das 13h às 16h.


Grávidas e puérperas - Departamento De Saúde da Mulher da Criança e Adolescente (DSMCA), das 8h às 14h, e nas UBSs, das 8h às 11h, e das 13h às 16h.


Idosos de 60 anos ou mais - No Departamento de Saúde do Idoso, das 9h às 16, e nas UBSs, das 8h às 11h, e das 13h às 16h.


Professores das redes pública e privada - Nas UBSs, das 8h às 11h, e das 13h às 16h.




*Com informações da Secretaria de Saúde da PJF

0 comentário