top of page
  • Foto do escritorRadio Catedral

Reunião do CAP: Jesus é o centro da nossa fé e do nosso agir como Igreja

Leigos, padres e diáconos de todos os seguimentos da Igreja Particular de Juiz de Fora se reuniram para a primeira Reunião do Conselho Arquidiocesano de Pastoral do ano de 2024.


Por Rádio Catedral*

*Foto: Assessoria Arquidiocese JF.

A Catedral Metropolitana de Juiz de Fora sediou a primeira Reunião do Conselho Arquidiocesano de Pastoral (CAP) deste ano de 2024, no último dia 27 de abril. Participaram cerca de 75 pessoas entre leigos, padres e diáconos de todas as pastorais, movimentos e associações que compõem que a Arquidiocese.


O encontro foi realizado em formato inspirado no Sínodo de Roma. A metodologia chamada de “Diálogo no Espírito” foi usada pela primeira vez, como explicou Teresa Cristina, que faz parte da Coordenação Sinodal da Ação Evangelizadora.



Nesta primeira reunião, segundo Teresa Cristina, foi aprofundada a reflexão do chamamento de Jesus a cada um que faz parte da Igreja.



O Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, reforçou as duas temáticas abordadas na reunião que foram a centralidade de Jesus Cristo em todas as pastorais da Igreja local e a preparação para a vida da fé e evangelização.



 

O Assessor da Pastoral Catequética, Padre Gleydson Pimenta de Faria, destacou a reflexão acerca da iniciação à vida cristã que deve ser o eixo da vida pastoral da Igreja.



Padre Gleydson avaliou como muito frutuosos os diálogos e discussões durante a reunião do Conselho Arquidiocesano de Pastoral.



Para a representante do Movimento dos Focolares, Anneliese Vieira, as discussões levam à reflexão, mas também a cada um dar os seus passos para agir como Igreja.



Bruno Vieira, representando a Forania Santa Luzia, reforçou a importância dos temas abordados para fortalecer a missão de levar Jesus aos outros.



A próxima reunião do Conselho Arquidiocesano de Pastoral conduzida pela Coordenação Sinodal da Ação Evangelizadora será em 26 de outubro. A orientação é para que as mesmas pessoas participem como uma forma de dar continuidade aos trabalhos de forma mais efetiva.


*Colaboração da assessoria da Arquidiocese JF.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page